Evento em Salvador fomenta a cultura cervejeira e valoriza produtos locais

O desejo comum a todas as novas fábricas cervejeiras baianas é atingir um mercado onde a cerveja artesanal ainda não chega, como redes de conveniência, mercados, delicatessens e outros pontos de venda.

No próximo dia 12 de maio, acontece em Salvador, na Casa Guió (Rio Vermelho), evento inédito sobre um tema que vem frequentando cada dia mais a mesa dos baianos: cerveja artesanal. A Mostra Colaborativa Beba Local Bahia propõe um encontro com duração de nove horas – das 13h às 22h – para, em meio a clima festivo, tratar de um assunto importante para a economia do estado, o impulsionamento do cenário de cervejas artesanais da Bahia e consequente visibilidade dos rótulos locais.

A primeira edição do evento conta com a participação de três cervejarias artesanais locais, instaladas em Lauro de Freitas e Camaçari, Feyh Bier, 2 de Julho e Sotera. Dentro de uma proposta de entretenimento, com música e degustação das cervejas, o encontro tem o objetivo de dar um pontapé inicial para o fortalecimento de marcas baianas dentro de um nicho de mercado em crescimento no país.

“As cervejas produzidas na Bahia têm preços justos e acessíveis e apresentam frescor incomparável, pois a produção é recente e não passa pelo processo de transporte de longas distâncias, que muitas vezes interfere na qualidade do produto. São cervejas que utilizam insumos importados de alta qualidade, mas que também são feitos por um importador local”, realça Adriano Bovo Mendonça, à frente da cervejaria Sotera, instalada em Vilas do Abrantes, Camaçari.

Mostra Colaborativa Beba Local Bahia acontece dia 12 de maio das 13h às 22h, na Casa Guió no Rio Vermelho. (Foto: Divulgação)

Se por um lado a Bahia já conta com um público consumidor de cervejas especiais, por outro existe a certeza por parte dos realizadores da Mostra Colaborativa Beba Local Bahia de que a preferência pelos rótulos artesanais só tende a ganhar novos adeptos nos próximos meses e anos. Daí o reconhecimento de que esse é um momento importante para formar público e conscientizar para a importância do consumo dos produtos locais, tendo como pano de fundo o desenvolvimento econômico regional.

“Existe um grupo de cerca de 10 empresários que, entre uma conversa e outra, já vinha manifestando o desejo de fazer algo conjunto voltado para o mercado local. Nós três estamos dando o primeiro passo para termos algo concreto que comprove a nossa tese. Mas a ideia é que outras cervejarias já instaladas na Bahia se incorporem ao processo, até porque o resultado dessas ações acaba beneficiando todo o mercado”, comenta Rodrigo Feyh, da cervejaria Feyh Bier, instalada em Lauro de Freitas.

O desejo comum a todas as novas fábricas cervejeiras baianas, segundo o empresário da cervejaria 2 de Julho, Bernardo Lepikson, é atingir um mercado onde a cerveja artesanal ainda não chega, como redes de conveniência, mercados, delicatessens e outros pontos de venda, como bares e restaurantes, que ainda não se atentaram para esse novo segmento de cerveja artesanal nem para a cerveja de qualidade local que existe aqui na Bahia.

“Esperamos abrir portas para que as cervejas artesanais produzidas na Bahia cheguem a pontos de venda frequentados por públicos com grande potencial de consumo para esse produto. Muitas pessoas que consumiriam uma cerveja local de qualidade não estão consumindo porque os estabelecimentos não têm conhecimento dessa atividade que está se desenvolvendo aqui. Muitos não sabem que temos cervejas de altíssima qualidade, que não deixam nada a desejar para cervejas de outros estados nem para as importadas”, defende ele

Notícias Relacionadas