970×90

Zé Ronaldo cita o IBGE e afirma: “A miséria cresceu no interior com Rui Costa”

Zé Ronaldo: “Rui Costa botou mais 385 mil baianos do interior na miséria”

“O descaso do governador Rui Costa com o interior da Bahia está comprovado pelo IBGE. De 2016 para 2017, a miséria cresceu 24% entre os que vivem fora da capital. É o maior e mais rápido aumento da pobreza extrema em todo o país”, denuncia o pré-candidato ao governo do estado, Zé Ronaldo (DEM).

A afirmação do líder oposicionista reproduz o resultado de levantamento realizado pela LCA Consultores a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do IBGE, publicado pelo jornal Valor Econômico.

“Rui Costa botou mais 385 mil baianos do interior na miséria, elevando para 1,9 milhão o número de pessoas que vivem com menos de R$ 137 por mês em nosso estado”, observa o ex-prefeito de Feira de Santana.

Para o pré-candidato democrata, se Rui Costa tivesse trabalhado pelo interior, executando políticas públicas para atrair investimentos e gerar empregos, o povo interiorano não teria empobrecido mais ainda no governo petista.

De acordo com o estudo da LCA Consultores, o índice de crescimento da miséria no interior baiano superou em mais do que o dobro a média de todos os estados nordestinos, que foi da ordem de 11,2% no mesmo período. Quem mais se aproximou do miserê petista na Bahia foram Sergipe (22%) e Piauí (19%).

“Contra números não há argumentos. Rui Costa abandonou o interior da Bahia”, assinala Zé Ronaldo. Segundo ele, o PT prioriza as conveniências políticas do partido. “Chegou a hora de a Bahia ter um governador que trabalhe para todo o estado e nunca despreze o interior. Esse é o meu objetivo”.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *