970×90

Troféu Gonzagão homenageia o Trio Nordestino em evento na Paraíba

Centro de Convenções de Campina Grande

Maior prêmio da música nordestina, o Troféu Gonzagão chega à 10ª edição reunindo os grandes artistas do forró brasileiro, assim como cordelistas, escritores, cineastas e demais ativistas culturais que trabalham em prol da preservação do gênero. A noite de gala acontece nesta quinta-feira (3) no Teatro do Centro de Convenções Raymundo Asfora, em Campina Grande, na Paraíba, trazendo entre os destaques a homenagem ao Trio Nordestino pelos 60 anos de carreira.

Além do Trio, outros grandes nomes como Elba Ramalho, Gonzaguinha (in memoriam), Flávio José, Trio Mossoró, Dorgival Dantas, Mestrinho e Bráulio Tavares também serão homenageados no evento realizado pelo Instituto Intercultural Brasil (INBRA), Prefeitura Municipal de Campina Grande e Sebrae Nacional.

História – Foi em maio de 1958 que nasceu, nas ruas do Pelourinho, aquele que seria o trio de forró mais antigo do Brasil. Nessa época, em uma das apresentações que realizavam nas casas noturnas de Salvador, Lindú, Coroné e Cobrinha conheceram o músico e compositor Gordurinha, responsável por levá-los para o Rio de Janeiro com a promessa de gravar um disco. Já na capital carioca, o grupo recebeu o título “Trio Nordestino” concedido por D. Helena, esposa de Luiz Gonzaga, após o fim do grupo formado por Dominguinhos, Zito Borborema e Miudinho.

Hoje, na 5ª geração, o Trio Nordestino segue firme e forte no cenário do forró brasileiro. Com mais de cinquenta discos gravados, no ano passado o grupo lançou pela Biscoito Fino o disco “Trio Nordestino Canta o Nordeste”, que rendeu uma indicação ao Grammy Latino (2017). Para 2018, as comemorações do 60 anos já têm agenda especial incluindo uma exposição na Assembleia Legislativa da Bahia, a gravação de um novo álbum e turnê na Europa.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *