970×90

Vendas do varejo baiano caem 1,1% de janeiro para fevereiro

No acumulado do ano, as vendas na Bahia apresentam um recuo de -1,7%, muito abaixo do crescimento registrado no país como um todo (+2,3%). (Foto: Divulgação)

Em fevereiro, as vendas do varejo na Bahia mantiveram-se em queda (-1,1%) em relação ao mês anterior, na série livre de influências sazonais. Foi o sexto pior resultado entre os estados nessa comparação e ficou abaixo da média nacional (-0,2%). Na passagem de janeiro para fevereiro de 2018, na série com ajuste sazonal, as vendas no comércio varejista avançaram em 12 das 27 Unidades da Federação, com destaque, em termos de magnitude de taxa, para Tocantins (9,9%). Por outro lado, Rio Grande do Norte (-3,2%) e Distrito Federal (-3,0%) apresentaram os maiores recuos nas vendas nessa comparação. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgada hoje (12/04/18) pelo IBGE.

Na comparação fevereiro/18 com fevereiro/17, as vendas na Bahia também caíram (-2%), aprofundando o recuo de -1,3% registrado no mês anterior. Nessa comparação, o varejo brasileiro teve crescimento de +1,3% nas vendas, também com resultados positivos em 17 estados, liderados por Tocantins (19,7%), Espírito Santo (16,9%) e Roraima (12,0%). Por outro lado, Goiás (-9,7%) e Distrito Federal (-3,0%) figuraram com as taxas mais negativas dentre todas as Unidades da Federação.

No acumulado do ano, as vendas na Bahia apresentam um recuo de -1,7%, muito abaixo do crescimento registrado no país como um todo (+2,3%). Nos 12 meses encerrados em fevereiro, o varejo baiano mostra variação positiva (+0,3%) no volume de vendas, enquanto nacionalmente se verifica um crescimento de +2,8%, com resultados positivos em 20 estados.

Nessa taxa anualizada, as vendas do comércio varejista na Bahia mostram uma primeira variação positiva, após quedas seguidas desde maio de 2015 (-0,5%).

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *