Heber Santana pede critério na aplicação de recursos pela Embasa

“As chuvas que tem caído na Bahia diminuíram o número de municípios em estado de emergência, mas o Estado vive ainda a pior crise hídrica dos últimos 50 anos”, afirmoi o deputado estadual Heber Santana (PSC), presidente da Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo da Assembléia Legislativa da Bahia.

Heber Santana recomenda critério na aplicação do dinheiro que a Embasa tomou no BNB.

O parlamentar lembrou que pelo menos 183 municípios, com população superior a 3,9 milhões de baianos, enfrentam forte estiagem, com graves reflexos econômicos e sociais, e cobra da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), a aplicação correta e racional do financiamento de R$ 591 milhões que a empresa acaba de contratar com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), provenientes do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

De acordo com o deputado, “saneamento básico e distribuição de água potável são serviços fundamentais para a população. Estaremos atentos, fiscalizando para que esse financiamento seja efetivamente investido em obras de ampliação da infraestrutura de abastecimento de água de Salvador, região metropolitana e de outros municípios que sofrem com a escassez de água”.

Segundo informações oficiais divulgadas pelo presidente da Embasa, os recursos, acrescidos da contrapartida da Embasa, no valor de R$ 137 milhões, serão aplicados em obras de ampliação nos sistemas de abastecimento de água que atendem Salvador, Madre de Deus, São Francisco do Conde, Pojuca, Campo Formoso, Itaberaba e municípios da RMS atendidos pelo sistema integrado de Salvador, e ainda em Santanópolis com a implantação de uma nova adutora de água tratada.

Notícias Relacionadas