Petrobras oficializa aprovação de proposta de Aleluia para não fechamento da Fafen

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, oficializou ntem ao deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) que a empresa vai suspender o fechamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia e de Sergipe (Fafen) até o dia 31 de outubro de 2018.

Pedro Parente comunicou a decisão da Petrobras ao deputado José Carlos Aleluia

Em ofício encaminhado ao parlamentar baiano, autor da proposta em conjunto com o deputado sergipano André Moura (PSC-SE), Parente comunicou que a estatal também vai integrar a comissão a ser formada com o objetivo de encontrar alternativa ao fechamento definitivo das unidades industriais.

“Ganhamos um tempo precioso para montar uma força-tarefa com a participação dos governo da Bahia e Sergipe, e as entidades da classe industrial para evitar o desmonte de uma cadeia de produção preciosa para nossa economia”, avaliou Aleluia, destacando a necessidade de celeridade no encaminhamento da questão.

O anúncio da Petrobras de suspensão das atividades das plantas da Fafen na Bahia e em Sergipe motivou a mobilização das bancadas baiana e sergipana. Em audiência realizada na Câmara dos Deputado no dia 27 de março, houve consenso no apoio à proposta de Aleluia e André Moura.

“É preciso destacar a importância da união de todos, independentemente da cor partidária, para que os estados da Bahia e Sergipe sejam vitoriosos no caso. O nosso entendimento desde o começo foi tratar o assunto como uma agenda única de defesa dos interesses baianos e sergipanos”, assinalou Aleluia.

Notícias Relacionadas