970×90

Justiça Federal tira satélite do controle americano

CLÁUDIO HUMBERTO

A Justiça Federal tornou ainda mais severa a decisão da Justiça estadual do Amazonas que proíbe a estatal Telebrás de entregar graciosamente 100% do controle e operação do satélite a empresa dos Estados Unidos. Além de violar os interesses nacional, na opinião da juíza Jaiza Pinto Fraxe, da 1ª Vara Federal Cível do Amazonas, Telebrás viola a lei de licitações, dando o satélite aos americanos.

A Telebrás iria entregar graciosamente 100% do controle e operação do satélite à norte-americana Viasat.

PERDEU, KASSAB
O caso foi parar na Justiça Federal a pedido da Advocacia Geral da União (AGU), que o retirou da Justiça Estadual. Foi pior.

DE PAI PARA FILHO
A empresa americana só teria de pagar US$5 milhões à Telebrás para explorar o SGDC, satélite que custou R$2,8 bilhões ao Brasil.

CONTRATO SUSPENSO
A decisão da Justiça Federal, que impôs multa diária de R$ 100 mil à Telebrás, suspende o contrato com a empresa americana Viasat. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais) (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais).

Notícias Relacionadas