Ex-ministro fez indicação à Antaq na última hora

CLÁUDIO HUMBERTO

Na última decisão à frente do Ministério dos Transportes, Maurício Quintella indicou o advogado tributarista Daniel Maciel de Menezes Silva para o cargo de diretor da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). O objetivo de Quintella com a indicação de última hora, dizem no ministério, é inviabilizar a recondução do diretor Adalberto Tokarski, autor de denúncias de maracutaias na Antaq.

Maurício Quintella, ex-ministro do Transportes. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

SUSPEITA DE RETALIAÇÃO
Tokarski denunciou ao MPF em 2017 que diretores da Antaq atuaram de forma abusiva no cargo e favoreceram empresas no setor de portos.

PROTOCOLO NOTURNO
A indicação de Quintella foi protocolada na Presidência da República às 18h23 de quarta (28), quando o ministro havia deixado o cargo.

DESINCOMPATIBILIZAÇÃO
Maurício Quintella se demitiu para concorrer ao Senado em aliança com Renan Calheiros, inimigo do presidente que o nomeou ministro.

O INDICADO
O tributarista Daniel Silva trabalhou no Senado por mais de 10 anos, até virar secretário de Infraestrutura de Portos em 2016. (Coluna de Cláudio Humberto/Clique AQUI e leia mais)

Notícias Relacionadas