Paixão de família por trens leva autônomo de Esplanada a cultivar o hobby do ferreomodelismo

Estação Ferroviária de Esplanada, norte da Bahia, em imagem de 2010. (Foto: Sydney Corrêa / Reprodução)

O ferreomodelismo é um dos hobbies mais antigos do mundo, e sua origem remonta ao período em que o transporte ferroviário foi adotado massivamente. As primeiras miniaturas de trens foram fabricadas por volta de 1830, por artesãos alemães. De lá para cá, muita coisa mudou, principalmente no Brasil, onde o transporte de passageiros pelas ferrovias deixou de acontecer, com exceção dos passeios turísticos. Mesmo assim, a paixão de algumas pessoas por este hobby se intensificou.

Na cidade baiana de Esplanada, a 167 Km ao norte de Salvador, a paixão da família pelos trens levou o autônomo Ruy Sócrates de Aguiar Dórea, 59 anos, a se interessar pelo ferreomodelismo. Seu pai, avô, tios, uma irmã e um cunhado eram ferroviários, e daí surgiu o interesse por este hobby.

“Esta paixão vem de família e, por isso, resolvi conhecer um pouco mais a área, e nada melhor do que os trens em miniatura. Estou gostando tanto que resolvi construir uma maquete para poder rodar meus trens em homenagem aos meus familiares. Espero deixar este legado para a minha filha, Dayane”, conta Dórea, que vem cultivando este hábito há um ano e quatro meses. “Após ver algumas locomotivas expostas no aeroporto de Salvador, iniciei minha coleção, que já conta com 4 locomotivas e 12 vagões”, completa.

O Estado da Bahia, aliás, é um dos mercados mais atraentes para a Frateschi Trens Elétricos, empresa com sede em Ribeirão Preto, no interior paulista, que completou 50 anos de atuação no mercado e é a única fabricante de trens elétricos em miniaturas e réplicas de composições reais na América Latina. “As pessoas pensam que o transporte ferroviário morreu, mas ele está vivo e em expansão. A ferrovia é de valor estratégico imprescindível para um país como o Brasil, e este crescimento ajuda a fomentar ainda a mais a paixão que muitos brasileiros têm pelos trens, e muitos passam o hobby do ferreomodelismo para as futuras gerações”, diz Lucas Frateschi, diretor da empresa. No Brasil, inclusive, existem diversas associações que reúnem os amantes deste hobby saudável e interessante.

Sobre a Frateschi – Fundada em 1967, a Indústrias Reunidas Frateschi é a única fabricante da América Latina de trens elétricos em miniaturas e réplicas de composições reais. Situada em Ribeirão Preto, no interior paulista, tem a missão de divulgar e preservar a memória ferroviária do Brasil, por meio da prática do ferreomodelismo. Há 50 anos neste mercado, a empresa tem a convicção de que importantes relações humanas, como a interação entre pai e filho, avô e neto e amigos, são fortalecidas em momentos descontraídos durante a prática deste hobby.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *