Ataques de bandidos no interior da Bahia viraram rotina na era petista, afirma Aleluia

Grupo de criminosos levou terror a Eunápolis, no extremo-sul da Bahia, nesta quarta-feira (6). O deputado José Carlos Aleluia (no destaque) culpa o governo do petista Rui Costa pela insegurança nas cidades do interior.

“O governo do estado mudou a Bahia. Transformou a Boa Terra na terra da violência”, afirmou o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), ao comentar sobre o ataque de bandidos ocorridos em Eunápolis, onde criminosos explodiram ontem uma unidade da empresa de segurança de valores Prosegur, no centro da cidade de Eunápolis, matando a tiros um vigilante da empresa que estava na guarita. Ataque do gênero são comuns e rotineiros, conforme o parlamentar

Para Aleluia, o recente episódio de Eunapólis, onde ”os fora-da-lei atearam terror, aterrorizando a população”, é mais um exemplo da falta de segurança pública em todo o estado.Ele lamentou a incapacidade e a falta de vontade política do governador Rui Costa de resolver o problema.

“Em vez de cumprir sua obrigação governamental de zelar pela segurança de todos os cidadãos baianos, Rui Costa prefere ficar ocupando espaços publicitários nos outdoors de Salvador, invertendo papéis, querendo dar uma de prefeito, enquanto toda a Bahia pena com a violência avassaladora”, assinala Aleluia.

O parlamentar democrata observa que a Bahia, durante os anos petistas, atingiu níveis absurdos de criminalidade, superando em números de homicídios São Paulo e Rio de Janeiro, estados mais populosos. “Nessa década do PT, mais de 50 mil baianos foram assassinados. Rui Costa, nós, baianos, exigimos providências contra o estado de terror que se instalou em nossa Bahia”.

Notícias Relacionadas