Ponte Preta e Palmeiras não saem do 0 a 0 pelo Palistão 2018

Depois de 14 anos, Ponte Preta e Palmeiras voltaram a empatar pelo placar de 0 a 0. Em duelo realizado na noite deste domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, os clubes até tentaram balançar as redes, mas as defesas –ajudadas por um gramado encharcado– prevaleceram.

Com o resultado, o gigante da capital chegou a 20 pontos, se mantendo tranquilo na liderança do Grupo C, com sete pontos a mais que o segundo colocado São Bento. Já a representação de Campinas tem dez pontos no Grupo B, que é liderado pelo São Paulo, que tem a mesma pontuação, mas leva vantagem nos critérios de desempate, além de ter um jogo a menos.

Prejudicado pela recorrente chuva na cidade de Campinas, o gramado foi um adversário a mais para ambos os times na primeira etapa. Ambos buscavam nos lançamentos uma opção para tentar o gol, uma vez que as trocas de passes eram, praticamente, inviáveis. A qualidade do espetáculo foi prejudicada.

As equipes, entretanto, se esforçaram e criaram alguns momentos de perigo. Aos 15, Orinho conduziu bem pela esquerda e bateu firme. Para evitar problemas, Jailson não tentou encaixar e espalmou. No minuto seguinte, uma lambança da defesa da Ponte quase rendeu um gol ao Palmeiras. Lucas Lima lançou na área, tentando encontrar Dudu. Ivan deixou o gol em busca da bola, mas acabou trombando com o lateral-direito Emerson. A bola quase sobrou limpa para o camisa 7 alviverde.

No segundo tempo, o jogo ficou mais franco, devido à equipe da capital estar atacando na metade do campo menos afetada pela chuva. A bola rolava e as trocas de passe da equipe de Roger Machado envolviam a defesa do time interiorano. Entretanto, apesar de mais agressivo, o Palmeiras não conseguiu marcar, a exemplo da Ponte Preta, que buscou os contra-ataques, parando ora na defesa dos visitantes, ora nas poças d’água.

Notícias Relacionadas