Policiamento nas ruas tem que ser durante todo o ano e não somente no Carnaval, diz oposição

Líder da Bancada de Oposição, Leur Lomanto Jr. (MDB).

A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia voltou a se posicionar sobre os baixos investimentos em segurança pública no estado e cobrou mais policiamento nas ruas, durante todo o ano e não somente no Carnaval. Durante pronunciamento no plenário da Casa, ontem, alguns deputados relatam a grave situação de insegurança na capital baiana e em alguns municípios do interior, onde faltam até mesmo delegacias.

Conforme relatório sobre o orçamento do estado, nos últimos três anos houve uma queda de investimentos em segurança pública. Em 2015, a segurança pública a teve participação de 3,99% em relação investimento total do estado, ou seja, de R$2,2 bilhões, somente R$89 milhões foram investidos no setor. Em 2016, do total de R$3,1 bilhões, somente R$231 milhões foram para segurança, representando 7,3%. Em 2017, do total R$ 2,4 milhões, somente R$56 milhões foram aplicados, uma participação de apenas 2,27% do total.

“O governador despreza a triste situação de violência vivida pela população, em praticamente todos os municípios da Bahia, com pais e mães de famílias perdendo seus filhos para a criminalidade”, diz o líder da Bancada, Leur Lomanto Jr. (MDB).

“A segurança pública tem que estar presente o tempo todo, não apenas no Carnaval”, disparou o deputado Fábio Souto (DEM). Em discurso, o democrata acrescentou ainda o clima de medo na zona rural dos municípios, onde proprietários de sítios e fazendas estão inseguros em dormir em suas propriedades por causa do aumento dos assaltos.

Notícias Relacionadas