‘Esquenta Casarão’ movimento Centro Histórico no Carnaval

Durante todo o período da festa, o Esquenta Casarão estará aberto a partir das 14 horas no Centro Histórico.

Ação inédita no carnaval de Salvador, o Esquenta Casarão abre as portas nesta quinta-feira (08) para receber o público LGBT e simpatizantes, acolher vítimas de violência e monitorar violações de direitos durante a folia. A ação acontece no Casarão da Diversidade, espaço da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS). Uma intensa programação cultural está prevista para tomar conta do espaço até próxima terça-feira (13).

As ações de valorização da diversidade, no entanto, começam já nesta quarta-feira (07), com o Bloco dos Invisíveis, parte integrante do Carnaval Social, que acontece no Centro Histórico de Salvador, a partir das 14 horas. Para o secretário Carlos Martins, o Esquenta Casarão é uma iniciativa do Governo do Estado. “Vamos ter um local aberto a todos os públicos, mas especialmente atento às questões do público LGBT, com intensa agenda cultura, mas também atenção à violência e às violações dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, trans e travestis”, afirmou.

Para o coordenador do Núcleo LGBT da SJDHDS, Vinicius Alves, a ação no Casarão servirá também de termômetro para a inauguração do local, que acontece em março. “Temos uma intensa programação cultural, para todos os gostos, e uma equipe preparada para atender e orientar as pessoas que sofrerem algum tipo de violência homofóbica”, explicou.

Durante todo o período da festa, o Esquenta Casarão estará aberto a partir das 14 horas. Dentro do espaço funcionará uma feira de economia solidária. A partir das 18 horas, shows e apresentações artísticas acontecerão no local.

Notícias Relacionadas