Vitória goleia o Ferroviário no Barradao e assume a liderança do seu grupo

O Vitória segue 100% na Copa do Nordeste 2018. Nesta quinta-feira (1º), no Barradão, o Rubro-negro impôs seu ritmo e venceu com autoridade o Ferroviário-CE por 4 a 1. O Leão passou à liderança do Grupo B, superando o ABC-RN, próximo adversário no certame regional, no saldo de gols. Kanu, duas vezes, Neilton e Rhayner marcaram os gols da goleada do Leão: 4 a 1. Andrei descontou para a equipe cearense, que segue sem pontuar na competição.

Kanu, duas vezes, Neilton e Rhayner marcaram os gols da goleada do Leão: 4 a 1.

Com o triunfo, o Vitória assume a liderança do B, com seis pontos, igualando o ABC, enquanto o Ferroviário ainda não somou pontos na competição. Na próxima rodada, os baianos encaram justamente o ABC, em Natal; a equipe cearense recebe o Globo-RN.

A partida foi marcada pela homenagem feita pelo Vitória ao goleiro Wallace, falecido no último sábado (27), vítima de acidente automobilístico no interior de São Paulo. Um vídeo com depoimentos de atletas e companheiros de clube foi exibido no telão do Manoel Barradas no intervalo da partida.

O primeiro tempo foi de imposição completa do Vitória. O Rubro-negro, desde o início, sufocou o Ferroviário no seu campo de defesa e criou várias oportunidades. Logo aos 4 minutos, Uillian Correia mandou um foguete para grande defesa do goleiro Bruno Colaço.

Aos 6, surgiu o primeiro gol da partida. Escanteio cobrado com perfeição por Neílton e cabeçada forte de Kanu, que estufou as redes da equipe cearense, no ângulo e no contrapé do goleiro, indefensável: 1 a 0 Vitória.

Após o gol, o time de Mancini não sossegou. Seguiu criando chances, diversas vezes usando a linha de fundo, e quase ampliou com Neílton, aos 10, que tabelou bonito e foi abafado pelo goleiro, e Juninho, aos 24, em chute forte de dentro da área, para defesa milagrosa do arqueiro cearense.

Na segunda etapa, o Vitória retornou decidido a definir o marcador e Mancini pôs Rhayner em campo. Logo aos 3 minutos, apareceu o gigante Kanu para marcar outro golaço de cabeça. O camisa 25 do Vitória aproveitou outro escanteio para testar com firmeza, de novo no ângulo de Bruno Colaço: 2 a 0 Leão.

A vantagem mais segura no placar não foi sinal de refresco para os cearenses. Aos 11 minutos, Rhayner completou jogada incrível do ataque rubro-negro com uma finalização de bicicleta, defendida por Colaço. Aos 21, Neílton deu lençol desconcertante no marcador e fez a galera levantar no Barradão.

Aos 25, em contragolpe bem executado pelo adversário, Andrei invadiu a área e bateu no contrapé de Fernando Miguel para diminuir: 2 a 1.

O Vitória não chegou a deixar a sua torcida apreensiva e respondeu com um golaço de Rhayner dois minutos depois. Juninho construiu jogada pelo lado esquerdo, levantou a cabeça e cruzou na medida para o camisa 90 do Leão pegar de primeira, um chute cruzado, para ampliar: 3 a 1 Vitória. E não parou por aí. Aos 34, Neílton foi esperto ao se desvencilhar da marcação e, da meia-lua, bateu colocado para fazer o quarto golaço do Vitória no jogo: 4 a 1 e fim de papo.

Ao final da partida, a torcida rubro-negra reconheceu a atuação eficiente e aplaudiu bastante a equipe. O próximo compromisso do Vitória será neste domingo (4), de novo no Santuário, contra o Bahia de Feira, às 16h, pelo Campeonato Baiano.

FICHA TÉCNICA

Vitória: Fernando Miguel; Lucas (Rhayner), Bruno Bispo, Kanu e Bryan; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Juninho (Flávio) e Yago; Neilton e Denílson (André Lima). Técnico: Vagner Mancini.

Ferroviário-CE: Bruno Colaço; Batata (Everaldo), Erandir, Túlio e Sávio; Liniker, Diego Silva (Léo Paraíba), Glauber (Andrei) e Janeudo; Valdo Bacabal e Luís Soares. Técnico: Fernando Filho.

Vitória 4 x 1 Ferroviário-CE – Copa do Nordeste – 2ª rodada
Local: Barradão, em Salvador
Data: 1/2/2018
Horário: 21h15 (de Salvador)
Árbitra: Déborah Cecília (FIFA/PE)

Assistentes: Cleberson do Nascimento Leite (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)

Gols: Kanu, aos 7 minutos do 1T e 4 do 2T, Andrei (Ferroviário), aos 25 do 2T, Rhayner, aos 27 do 2T e Neílton, aos 34 do 2T.

Notícias Relacionadas