Esperança de Lula são os ‘embargos infringentes’

CLÁUDIO HUMBERTO

A defesa do ex-presidente Lula já jogou a toalha e o preveniu de sua provável condenação por 2×1 votos, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de Porto Alegre, responsável por julgar recursos contra sentenças do juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal de Curitiba. Se o placar de condenação não for unânime, enseja à defesa do ex-presidente lançar mão dos chamados “embargos infringentes”.

Ex-presidente Lula

OLHEIRO
Petistas atribuem ao desembargador Rogério Favreto, ex-assessor de Lula e nomeado por Dilma para o TRF4, previsões sobre a sentença.

PODE AUMENTAR
O TRF4 avalia recursos da defesa e do Ministério Público Federal, que pediu o dobro da pena de 9 anos e meio de prisão para Lula.

PROVOCAÇÃO
Os desembargadores da turma terão de deliberar sobre a prisão do ex-presidente por provocação dos procuradores da Lava Jato.

PRISÃO PREVISTA
Se Lula for condenado por 3×0, a expectativa e que sua prisão seja decretada, cumprindo norma definida pelo Supremo Tribunal Federal. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais).

Notícias Relacionadas