Transalvador promete intensificar fiscalização hoje no Festival Virada Salvador

Desde o início do festival (28), a Tansalvador fa operações no Festival Virada Salvador

Durante a noite deste sábado (30), terceiro dia de Festival Virada Salvador, a operação da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) removeu 35 veículos por estacionamento irregular nas proximidades da festa. Os veículos estavam estacionados em cima de canteiros. “Mesmo com as quase 3 mil vagas de estacionamento disponibilizadas pela Transalvador, alguns condutores ainda insistem em estacionar em locais proibidos”, contou Fabrizzio Muller, superintendente do órgão.

Para a noite deste domingo, quando acontece a virada, ele lembrou que, apesar do maior movimento, as fiscalizações vão continuar. “Nossa fiscalização será intensificada esta noite para garantir que, apesar no grande movimento esperado, iremos garantir a ordem e a mobilidade no trânsito na região”, afirmou.
Ao final da noite, foram contabilizados 41 autos de infração. Foram registrados dois acidentes na região da festa, com uma vítima. Nas proximidades do evento houve alguns pontos de retenção, em função do grande número de pessoas atravessando as vias.
Estacionamento – Nesta segunda noite de festival foram vendidas 1.192 cartelas de Zona Azul, entre as vagas do estacionamento interno do Aeroclube e as externas. As vagas de Zona Azul estão distribuídas no estacionamento interno do Aeroclube, no Jardim de Alah (restaurante Cubanakan e Hotel Alah Mar), Avenida Octávio Mangabeira, sentido Itapuã, na faixa à direita entre o Jardim de Alah e o Bompreço; bolsão em frente ao Parque de Pituaçu, sentido Pituba; bolsão em frente às quadras na Boca do Rio, sentido Itapuã; e na Octávio Mangabeira, sentido Itapuã, a partir do cruzamento com a avenida Jorge Amado. Os valores são de R$20 nas áreas externas e R$30 no estacionamento interno do Aeroclube.?
Blitz de Alcoolemia – Durante a blitz da Operação Lei Seca realizada neste sábado (30), foram abordados 98 condutores. Destes, 10 se recusaram a fazer o teste do bafômetro e foram notificados. Outras infrações somaram 14 notificações. Ao final da operação, dois veículos foram removidos ao pátio da autarquia.

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Rodrigo Martins

    Pessoal, há uma consulta no portal e-Cidadania visando o aperfeiçoamento da Lei Seca, tornando-a mais justa. Apesar da sua aparente boa intenção, a Lei Seca é intrinsecamente imoral. Cabe esclarecer que dirigir sem condições físicas ou psicológicas é uma atitude absolutamente lamentável, mas não há crime sem dano. E toda lei que impõe uma sanção para uma conduta que não causa vítimas é moralmente injustificável. Existe uma diferença enorme entre beber e dirigir, e dirigir bêbado. A iniciativa da Lei Seca é louvável, mas sua aplicação, com tolerância zero, tem viés arrecadador. O correto seria instituir uma margem de tolerância, como acontece em muitos países desenvolvidos que sabem fazer a distinção entre causa e efeito. Assim, tiramos das ruas os irresponsáveis que colocam a vida dos outros em risco, frente a multar e incriminar quem consome quantidades ínfimas e/ou toleráveis de bebida. Se você apoia essa ideia, acesse o link abaixo, dê o seu voto favorável e compartilhe a informação.

    https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=91653

Comentários estão suspensos