Guilherme de Pádua, do caso Daniela Perez, vira pastor em Belo Horizonte

Vinte e cinco anos após um dos crimes que mais chocaram o país, Guilherme de Pádua se torna pastor em Igreja Evangélica de Belo Horizonte. Fotos do ex-ator e ex-presidiário na cerimônia religiosa foram postadas pela esposa dele, Juliana Lacerda, nas redes sociais.

Em dezembro de 1992, o ex-ator, em parceria da sua primeira mulher, Paula Nogueira Thomaz, mataram a golpes de tesouras Daniela Perez, casada com o também ator Raul Gazolla. (Foto: Instagram/Reprodução)

“Enfim, agora Pastor Guilherme! Ele esperou mais que 15 anos para que esse dia chegasse, mas como nós dizemos, tudo no tempo do Senhor. Chegou o seu tempo meu amor”, disse Juliana na postagem.

Guilherme de Pádua e Paula Tomaz, sua mulher na época, assassinaram a atriz Daniela Perez a punhaladas no dia 28 de dezembro de 1992, num crime que gerou grande repercussão. Ele foi condenado a 19 anos de prisão, mas teve pena reduzida para seis anos.

Pádua era ator da Globo e, na época do crime, atuava na novela ‘De Corpo e Alma’, escrita por Gloria Perez, fazendo par romântico de Daniela, filha da autora.

Fonte: Portal Brasil Ao Minuto

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *