Série B do Brasileirão: empate salva Guarani da 3ª Divisão e rebaixa Luverdense

O resultado deixa o Guarani com 44 pontos, enquanto o Luverdense tem 41 e duas vitórias a menos. (Foto: Guarani)

O Guarani está garantido na Série B do Campeonato Brasileiro de 2018. Jogando no Brinco de Ouro, o clube segurou o empate por 0 a 0 com o Luverdense, resultado que garante a permanência do time de Campinas e rebaixa o adversário do Mato Grosso. A confirmação veio apenas na 37ª rodada, em um jogo que teve bola na trave e cartão vermelho para Erik e Marcos Aurélio nos minutos finais da partida.

O resultado deixa o Guarani com 44 pontos, enquanto o Luverdense tem 41, restando uma rodada. Apesar da diferença de pontos, o clube do Mato Grosso tem duas vitórias a menos que os paulistas, decretando o rebaixamento para a Série C de 2018. Também brigando contra o Z4, Figueirense e Goiás também comemoraram o resultado em Campinas.

Com o apoio da torcida, o Guarani começou o jogo com a marcação alta, forçando o erro do Luverdense em seu campo para tentar abrir o placar logo no início. Com apenas um minuto, o meia Fumagalli cobrou uma falta na cabeça de Willian Rocha, que se antecipou ao goleiro Diogo Silva e testou rente a trave. Richarlyson também arriscou de fora de área, mas não acertou o alvo.

Aos poucos o Luverdense conseguiu equilibrar as ações ofensivas da partida e encontrou alternativas com chutes de longa distância de Sérgio Mota e Rafael Silva, ambos pela linha de fundo. A primeira grande oportunidade veio apenas aos 32 minutos, quando Paulinho cruzou para Rafael Silva e o atacante testou por cima do travessão.

O Guarani respondeu três minutos depois, aos 35, em uma finalização incrível de Richarlyson. O volante esperou a ultrapassagem de Salomão pela esquerda e cortou a marcação para o meio, ajeitou o corpo e bateu colocado. O goleiro Diogo Silva até pulou, mas contou com a sorte quando a bola explodiu no travessão e saiu pela linha de fundo. O lance acordou a torcida, que voltou a apoiar das arquibancadas.

No segundo tempo o Guarani voltou em um ritmo um pouco mais lento, trabalhando a posse de bola e trocando passes no campo de ataque. Precisando de velocidade, Lisca tirou Fumagalli no que pode ter sido sua despedida do estádio Brinco de Ouro. Pouco tempo depois foi a vez de Richarlyson deixar o campo, para as entradas de Luiz Fernando e Paulinho.

Com 15 minutos, Betinho soltou a bomba da intermediária e Diogo Silva se esticou todo para buscar no cantinho. Na sequência foi a vez de Luiz Fernando também experimentar de fora da grande área, assustando o goleiro do Luverdense. A resposta veio só aos 38 minutos, quando Sérgio Mota aproveitou um cochilo da marcação e soltou o pé, exigindo uma linda defesa de Leandro Santos.

No finalzinho, aos 43 minutos, Erik se desentendeu com Betinho fora do campo e o jogador do Luverdense deu uma cabeçada no adversário. O árbitro não perdoou e expulsou o atacante. O lance aumentou a temperatura do jogo e os times voltaram a se desentender na beira do gramado. Marcos Aurélio também foi expulso por reclamação. Em um lance impressionante, aos 49 minutos, Diogo Silva errou o passe, Paulinho ficou frente a frente com o gol e ainda assim conseguiu bater em cima do goleiro.

Na última rodada o Guarani enfrenta o Internacional no estádio Beira Rio, em Porto Alegre, às 17h30 do próximo sábado. Já o Luverdense recebe o Náutico no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, no mesmo dia e horário.

Notícias Relacionadas