Casal de prefeitos de Porto Seguro e Eunápolis se apresenta à Polícia Federal

Cláudia e Rogério Oliveira são suspeitos de fraudar contratos de 33 licitações que somam R$ 200 milhões. (Foto: Reprodução/Twitter)

Os prefeitos de Porto Seguro, Claudia Oliveira, e de Eunápolis, Robério Oliveira, se apresentaram nesta quarta-feira (8) na sede da Polícia Federal (PF) em Porto Seguro. Eles chegaram no local às 9h10 acompanhados de advogados. Cláudia e José Robério foram alvos de condução coercitiva – quando alguém é levado para depor – em operação da PF na manhã de ontem, que também afastou o prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos (PSD), irmã de Cláudia e cunhado de Robério.

A prisão do casão foi divulgada há pouco pela TV Santa Cruz, de Itabuna, afiliada da TV Bahia. Robério e Cláudia não haviam sido localizados pela polícia para a condução coercitiva na manhã de terça-feira. Já Agnelo também foi alvo de condução coercitiva e só se apresentou à PF na tarde de terça.

Segundo a PF, as investigações identificaram uma “verdadeira ciranda da propina”, que consistiria na vitória fraudulenta de empresas dos parentes dos três em licitações, revezando-se “para camuflar o esquema”. Em muitos casos, chegavam ao extremo de repassar a totalidade do valor contratado na mesma data do recebimento a outras empresas da família. Os contratos chegam a cerca de 200 milhões de reais.

Propina de R$ 1 Bilhão – Em 2012, a prefeita de Porto Seguro Claudia Oliveira (PSD), afastada do cargo nesta terça-feira (7), apareceu em vídeo, divulgado pelo jornal O Globo, debochando sobre um possível desvio de verba de orçamento da cidade. Na época, Claudia era candidata à Prefeitura e deputada estadual, e conversava de forma descontraída com Robério Oliveira, então prefeito de Eunápolis. Claudia era líder das pesquisas de voto na época, e chegou a chorar durante entrevista em um programa de televisão afirmando que era uma montagem.

Confira o vídeo

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − dez =