Vitória domina o Vasco, arranca empate, mas não sai da zona da degola.

O Vitória levou um gol no início do jogo, mas depois tomou conta do adversário e empatou aos 45′ do segundo tempo. (Foto: Vasco/Divulgação)

O Vitória arrancou um bom empate no Maracanã, diante do Vasco da Gama, comemorado por alguns minutos, pois tiraria o time da zona do rebaixamento. Mas o Sport fez um gol aos 52′ do segundo tempo contra a Chapecoense, e recolocou o Leão baiano no Z-4. Mas no jogo contra o Vasco, o time baiano foi guerreiro, dominou completamente o adversários nos dois tempo e só não saiu do Rio com o triunfo por falta de pontaria dos seus atacantes.

O resultado fez o Vitória fechar o domingo no Z-4, no 17º lugar, com 35 pontos. O Vasco, apesar de chegar à sua oitava partida invicto, segue em oitavo, fora da zona de classificação para a Libertadores. Na próxima rodada, o Vitória joga no Barradão contra o Palmeiras, na quarta-feira, às 20h45 (horário da Bahia). O Vasco terá pela frente o Santos, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro.

O Vitória começou melhor a partida, pressionando o Vasco em seu campo de defesa, rondaram a área em diversos lances, mas pararam na zaga cruzmaltina. No entanto, na primeira chegada ao ataque, o Vasco abriu o placar aos 9 minutos, no Maracanã. Nenê cobrou falta na área e Breno se antecipou ao lateral Juninho e cabeceou cruzado, sem chance para Fernando Miguel.

Mas o time baiano aumentou a pressão após o gol sofrido em busca do empate e criou sua primeira boa chance aos 32 minutos, quando Yago achou Patric na área, mas o lateral chutou fraco, em cima de Martín Silva. Nos minutos finais, os baianos aumentaram a pressão e quase empataram aos 42 minutos. Juninho arriscou de longe e obrigou Martín Silva a fazer boa defesa. O Vasco conseguiu se segurar até o intervalo com a vantagem no placar.

No segundo tempo, o panorama da partida continuou o mesmo. O Vitória dominava o confronto, mas sem levar perigo. O Vasco tentava emplacar nos contra-ataques, sem sucesso. Só que os visitantes passaram a assustar a partir dos dez minutos, e quase empataram em lances com David e Patric.

Nos minutos finais, o Vasco tentou segurar a posse de bola no ataque, mas viu o Vitória pressionar e chegar ao empate nos acréscimos, com gol de André Lima, que havia desperdiçado grande chance poucos minutos antes.

VASCO: Martín Silva, Madson, Breno, Anderson Martins (Paulão) e Henrique (Paulinho); Jean, Wellington, Yago Pikachu, Mateus Vital e Nenê; Luis Fabiano (Andrés Ríos).
Treinador: Zé Ricardo.

VITÓRIA: Fernando Miguel, Patric, Wallace, Kanu e Juninho; José Welison (Filipe Souto), Ramon (André Lima) e Yago; Neilton (Carlos Eduardo), Tréllez e David.
Treinador: Vagner Mancini.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =