Cezar Leite alerta o Ministério Público do Estado para convênio Bahia-Cuba

O vereador Cezar Leite (PSDB) requereu ao Ministério Público do Estado da Bahia atenção à nota publicada no perfil oficial do governador Rui Costa (PT) nas redes sociais. No Facebook, o governador mencionou a intenção de intermediar a entrada dos profissionais cubanos que atuem em especialidades, como anestesiologia e pediatria, pelas universidades estaduais da Bahia. (Confira no vídeo acima o vídeo com Cezar Leite).

Para Cezar Leite, a situação precisa ser conferida pelo Ministério Público da Bahia. “O MPBA deve acompanhar as tratativas de intermediação do possível convênio entre o governo da Bahia e Cuba para aferir se os requisitos legais necessários para o exercício da medicina no país estão sendo exigidos”, afirmou.

O vereador, que é médico, refere-se a Lei Federal nº 12.842/2013 que regulamenta o exercício da medicina. “Os requisitos precisam ser respeitados, principalmente, ao exercício de especialidades tão importantes como a anestesia e pediatria. Não podemos ser irresponsáveis com a saúde da população”, argumentou Cezar Leite.

Segundo dados do CREMEB, na Bahia existem 801 anestesistas e 1281 pediatras. “Além de todo cuidado mencionado, ainda é necessário um estudo técnico acerca deste déficit de profissionais e a real necessidade de importação de médicos cubanos para nosso estado. Não se pode fazer política com a saúde da população”, pontua Cezar Leite.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =