Integrantes da banda New Hit já estão na penitenciária de Mata Escura, diz polícia

Cinco ex-integrantes da banda New Hit, condenados no último mês de agosto a pouco mais de 10 anos de prisão por estupro, e presos na última terça (24), foram transferidos nesta sexta-feira (27) para o Centro de Observação Penal (COP), que fica no complexo penitenciário da Mata Escura, em Salvador, segundo a Polícia Civil. Desde a prisão, eles estavam custodiados na sede da Polícia Interestadual (Polinter), nos Barris, também na capital baiana.

Ex-integrantes da banda New Hit: presos por estupro. (Foto: Arquivo JM)

Estão presos Weslen Danilo Borges Lopes, William Ricardo de Farias, Michel Melo de Almeida, Jhon Ghendow de Souza Silva e Alan Aragão Trigueiros.

Outros três ex-integrantes do grupo musical, também condenados pelo mesmo crime, estão foragidos, entre eles Eduardo Martins Daltro de Castro Sobrinho, conhecido como Dudu Martins, que era vocalista da banda. Os demais são Edson Bonfim Berhends Santos e Guilherme Augusto. Eles estão sendo procurados.

A banda New Hit já não existe mais. De acordo com a denúncia do Ministério Público da Bahia (MP-BA), na madrugada do dia 26 de agosto de 2012, no centro da cidade de Ruy Barbosa, os integrantes do grupo de pagode teriam abusado sexualmente de duas adolescentes que tinham 16 anos à época do ocorrido, e eram fãs da banda.
O estupro teria ocorrido após os suspeitos receberem as jovens para sessão de fotos no ônibus da banda. O cantor e outros oito integrantes da banda foram presos e depois soltos para responderem a acusação em liberdade. Segundo consta na primeira sentença, proferida em 2015, as vítimas saíram da cidade vizinha de Itaberaba para uma micareta em Ruy Barbosa. Após a apresentação, foram até o ônibus da banda pedir para tirar fotos com os músicos e pegar autógrafos.

Fonte: Portal G1/TV Bahia

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 − um =