Copa Sul-Americana: Flamengo sai na frente do Flu na briga pela semi final

O Flamengo abriu o placar com Everton após bom passe de Éverton Ribeiro. (Foto: Flamengo/Divulgação)

O Flamengo largou na frente nas quartas de final da Copa Conmebol Sul-Americana. Nesta quarta-feira (25), venceu o clássico Fla-Flu por 1×0, com gol de Éverton, aos 27 do primeiro tempo, e agora joga por um empate na partida de volta, na próxima quarta, também no Maracanã. Foi a sétima partida entre as equipes no ano, terceira vitória do Flamengo, com quatro empates.

O primeiro tempo começou morno, com as equipes se estudando e o Flamengo puxando os primeirs ataques perigosos. Com seis minutos, Diego bateu falta na área e a zaga afastou. Cuéllar pegou rebote e mandou para o gol, mas a bola desviou em Réver e saiu.

O jogo seguia bem com o Flamengo controlando as ações, mas aos 15 minutos, uma péssima notícia. O capitão Réver sofreu pisão de Marcos Junior e acabou torcendo o joelho. Saiu para a entrada de Rhodolfo. O cenário, no entanto, não mudou, e só o Mais Querido jogou. E acabou premiado com o primeiro gol. Aos 27, Everton Ribeiro achou Arão na direita. O volante entrou rápido e tocou para o meio da pequena área, onde Everton estava para fazer o gol, o terceiro dele no Fluminense neste ano.

E com ataque funcionando, quem trambém trabalhou foi o goleiro Diego Alves. Aos 41, Henrique Dourado encheu o pé cara a cara com o camisa 24, mas Diego espalmou e evitou a melhor chance tricolor na partida, mantendo o 1×0 no placar da primeira etapa.

O segundo tempo começou com mais equilíbrio e o Fluminense procurando mais o jogo, enquando o Flamengo tentava aproveitar os contra-ataques. O último passe, porém, estava falhando e as boas oportunidades não eram concluídas com perigo. Aos 14, novamente Diego Alves trabalhou. Scarpa deu belo chute de fora da área, a bola ia no ângulo, mas o goleiro foi lá buscar e manteve o placar.

O Fluminense teve as melhores chances. Aos 21, Sornoza chutou de dentro da área e a bola passou perto do gol. POuco depois, Dourado acertou a trave rubro-negra. O Flamengo respondeu aos 38, com Juan, que subiu sozinho após cobrança de falta e também cabeceou na trave. Mas não precisou e o Flamengo terminou os primeiros 90 minutos em vantagem.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − quatro =