Governo articula votação para evitar ‘viés de baixa’

CLÁUDIO HUMBERTO

O governo endurece o jogo, na reta final, para somar ao menos 264 votos favoráveis a Michel Temer na votação da segunda denúncia, nesta quarta (25). Um voto a menos dos 263 obtidos na rejeição à 1ª denúncia poderia significar um “viés de baixa” no apoio ao governo. E uma votação maior ajudará na articulação para aprovar a reforma da Previdência. A oposição precisa de 342 votos para afastar Temer.

Presidente da República Michel Temer (Foto: Agência Brasil)

OTIMISMO
O líder do governo, deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES), acha que Temer terá de 260 a 270 votos, mais que na primeira votação.

PSDB DIVIDIDO
No PSDB, nesta quarta-feira, os 21×20 votos pró-Temer na primeira denúncia devem ceder lugar ao placar de 24×20 contra o presidente.

PRB FECHADO
O PRB, que na primeira registrou votos contra Temer, desta vez está fechado com o Planalto, a exemplo do PR de Valdemar Costa Neto.

ARTICULAÇÃO
O presidente Temer se reuniu no Palácio da Alvorada, nesta segunda, com ministros e deputados para conferir voto a voto. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais)

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =