Mais de 18 mil trabalhadores do Polo de Camaçari participam de exercício simulado

O treinamento envolveu mais de 150 técnicos, brigadistas e profissionais da área médica, 30 viaturas de combate a incêndio, 20 ambulâncias. (Foto: Divulgação)
O treinamento envolveu mais de 150 técnicos, brigadistas e profissionais da área médica, 30 viaturas de combate a incêndio, 20 ambulâncias. (Foto: Divulgação)

Um exercício simulado no Polo industrial de Camaçari com envolvimento dos mais de 18 mil trabalhadores das 60 empresas que operam no Complexo Industrial, foi realizado na manhã desta quarta-feira (4). Coordenado pelo Cofic – Comitê de Fomento Industrial de Camaçari, através de sua Comissão de Segurança Industrial (Cosima), e EDN Unigel, localizada no Complexo Básico, o treinamento teve o objetivo de avaliar os procedimentos coletivos de segurança do Complexo Industrial, especialmente no que tange ao acionamento e utilização dos recursos técnicos disponíveis do Plano de Auxílio Mútuo – PAM e do Plano de Atendimento Médico Emergência – PAME, para controle de situações de emergência.

O superintendente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente do Cofic, Aurinézio Calheira, considerou que o simulado teve um saldo “extremamente positivo”. Ele destacou o trabalho coordenado de todas as equipes envolvidas. Assinalou a boa participação do GRAER no salvamento de “vitimas” (uma delas conduzida para o Hospital do Subúrbio em apenas dez minutos) e da Polícia Militar, que, juntamente com a Defesa Civil de Camaçari e o Sistema de Trânsito do município (STT), ficou responsável pelo bloqueio das vias. Outro destaque do treinamento, segundo ele, foi a participação da EDN Unigel (onde ocorreu o suposto “acidente”), que exerceu “uma excelente coordenação, participando do Plano de Auxílio Mútuo, através de suas brigadas”.

O simulado teve início na EDN Unigel, com a simulação de um vazamento de substância química (benzeno). Neste momento, foram acionados os alarmes de segurança, sendo que as primeiras ações para controle da emergência foram coordenadas pela própria EDN que, em seguida, acionou, através do sistema de rádio, o Plano de Auxílio Mútuo do Polo (PAM), solicitando ajuda das demais empresas do Complexo Industrial.

Por se tratar de uma “emergência” de grande porte, a EDN Unigel procedeu a evasão de todos os seus empregados para pontos de encontro seguros, recomendando às demais empresas do Polo que adotassem o mesmo procedimento. Cerca de 18 mil pessoas, entre empregados diretos e contratados, foram orientadas por profissionais de segurança e coordenadores de evasão, deslocando-se a pé para pontos de apanha distribuídos em vários locais do Complexo Industrial, onde permaneceram até o final da emergência.

Para garantir a segurança das pessoas envolvidas no exercício simulado e facilitar o deslocamento das viaturas de combate a incêndio e ambulâncias, as vias de acesso ao Polo (Axial, Parafuso, Canal de Tráfego, Ligação, Perimetral e Frontal) foram bloqueadas até o final do simulado, em torno de 11h30min.

Notícias Relacionadas