Lula vetou proposta de acordo de leniência do PT

CLÁUDIO HUMBERTO

O ex-presidente Lula vetou pessoalmente a proposta do amigo João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do partido, de negociar acordo de leniência do PT com a Justiça, confessando seus crimes e pedindo desculpas aos brasileiros. Na opinião de Vaccari e de enrolados como o ex-ministro Antônio Palocci, um acordo de leniência poderia abrir caminho para o PT não ser extinto, como prevê a lei, e preservar os mandatos.

Ex-presidente Lula (Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas)
Ex-presidente Lula (Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas)
REAÇÃO IMEDIATA
“Tá maluco?”, respondeu Lula ao então presidente do partido, Rui Falcão, portador da proposta de acordo de leniência feita por Vaccari.

NENHUMA SURPRESA
As ações em que é réu por corrupção e a carta de Palocci permitem entender por que Lula não quer ver o PT confessando seus crimes.

CRENÇA EM DUENDES
Dirigentes petistas acham que Lula até parece acreditar na própria lorota de que não há ninguém mais honesto que ele “nesse País” (sic).

EXTINÇÃO POSSÍVEL
O risco do PT é concreto: a lei prevê a extinção de partido que financiem suas campanhas com dinheiro roubado dos cofres públicos. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais)

Notícias Relacionadas