No Norte, 71% dos juízes ganham acima do teto.

CLÁUDIO HUMBERTO

A população do Acre e de Roraima, tem baixíssimo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), mas seus 172 juízes e desembargadores (inclusive aposentados) não têm do que se queixar. Do total, 122 (70,9%) receberam em julho mais que o limite constitucional. Chama atenção o caso de um desembargador de Roraima que recebeu R$ 107 mil, com “desconto” por conta do teto constitucional de apenas R$2.

marcadajusticaABUSO IMPARÁVEL
Roraima tem 60 magistrados na folha, dos quais 36 (60%) receberam acima do teto e apenas dois tiveram desconto. No valor de R$ 2,03.

TETO PRA QUÊ?
Cada magistrado em Roraima recebeu em média R$ 35,6 mil. No Acre, a média foi ainda maior, R$37,1 mil, ambas acima do teto constitucional

AINDA PIOR
Dos 112 magistrados do Acre, 86 (76,7% do total) não respeitaram o teto e apenas cinco tiveram algum abatimento no salário.

TESOURA À VISTA
Os privilégios em tribunais de justiça de todo o País estão sob exame do Tribunal de Contas da União e do Conselho Nacional de Justiça. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais)

Notícias Relacionadas