Sul-Americana: Sport perde, mas elimina a Ponte Preta pelo resultado agregado.

A Ponte venceu o Sport por 1 a 0, mas tinha perdido o jogo de ida por 3 a 1 e acabou eliminada.
A Ponte venceu o Sport por 1 a 0, mas tinha perdido o jogo de ida por 3 a 1 e acabou eliminada.(Foto: Ponte Press/FábioLeoni/Divulgação)

Com um jogador a menos desde aos 34 minutos do primeiro tempo, a Ponte Preta foi valente e derrotou o Sport pelo placar de 1 a 0. Porém, acabou eliminada nas oitavas de final da Copa Sul-Americana por ter perdido, em Recife, por 3 a 1. O duelo da noite desta quarta-feira foi no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Com a vaga assegurada, o Sport encara nas quartas de final o Junior Barraquilla, que, na terça-feira, venceu o Cerro Porteño por 3 a 1. No Paraguai, os times ficaram no empate por 0 a 0.

Precisando fazer dois gols para buscar a classificação, a Ponte Preta foi para cima do Sport desde os minutos iniciais. Logo aos 16, em cobrança de falta de Renato Cajá, a bola sobrou limpa para Lucca. O artilheiro chutou no canto esquerdo para fazer 1 a 0 no Moisés Lucarelli.

O jogo se desenhava à favor da Ponte Preta, mas Nino Paraíba acabou se precipitando e deixando a Ponte Preta em maus lençóis. Aos 34 minutos, o lateral fez dura falta em Mena, recebeu o segundo cartão amarelo, e acabou expulso. Com um a menos, o interino Brigatti tirou o atacante Felipe Saraiva para recompor o time com Jeferson e levar a vitória parcial para o intervalo.

Mesmo com um homem a mais, o Sport não conseguia pressionar a Ponte Preta. Os jogadores do time pernambucano mostravam um certo nervosismo, muito pela crise instalada no clube nos últimos dias. Já a Ponte esperava o momento exato para tentar surpreender.

Mas foi o Sport que deu um gás no final em busca do empate. Mesmo com a vaga na mão, o time pernambucano saiu para o ataque e desperdiçou uma grande oportunidade com Thomás. O meia recebeu de André e soltou o pé. A bola desviou na defesa adversária e saiu pela linha fundo.

Já a Ponte teve um último suspiro com Léo Gamalho. No entanto, o atacante parou na grande defesa de Magrão, que garantiu o Sport na próxima fase.

Notícias Relacionadas