Salvador é destino final da maior regata transatlântica Europa – América

Mais de 40 barcos que devem participar da disputa, com velejadores de dez diferentes nacionalidades: França, Japão, Reino Unido, Espanha, Suíça, Alemanha, Brasil, Angola, Itália e Omã. (Foto: Ascom/Setur/Divulgação)
Mais de 40 barcos que devem participar da disputa, com velejadores de dez diferentes nacionalidades: França, Japão, Reino Unido, Espanha, Suíça, Alemanha, Brasil, Angola, Itália e Omã. (Foto: Ascom/Setur/Divulgação)

De um lado, a futura sede da Amazônia Azul, com uma extensão de mais de 1.000 km² e profundidade que chega a 42 metros, abrangendo mais de 50 ilhas e o Forte São Marcelo, sendo chamada de Baía de Todos os Santos, a maior do litoral brasileiro e a segunda do mundo. Do outro, o imponente frontispício que separa a Cidade Alta da Cidade Baixa, com o Mercado Modelo e o Segundo Distrito Naval da Marinha do Brasil.

Esta será a primeira imagem que os skippers e as delegações da 13ª edição da regata Transat Jacques Vabre terão de Salvador, a Primeira Capital do Brasil. “A cidade oferece uma mistura única de arquitetura histórica, recursos naturais e elementos culturais para visitantes de todo o mundo. Estamos muito orgulhosos e honrados de receber esta regata em nossa cidade”, enfatizou o prefeito de Salvador, ACM Neto.

O lançamento oficial da regata aconteceu na tarde desta quarta-feira (20), no Pavillon des Champs-Elysées, em Paris, e contou com as presenças do secretário municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, de velejadores, patrocinadores, representantes da comunidade náutica, além de outras autoridades. Tinoco falou da hospitalidade do povo de Salvador e das intervenções feitas pela Prefeitura nos últimos quatro anos e meio para melhorar a cidade. “Os velejadores, organizadores e patrocinadores serão recebidos com muita alegria, música e hospitalidade. E se surpreenderão com a nossa culinária”, brincou.

A largada acontecerá no dia 5 de novembro e os primeiros colocados devem chegar a Salvador no dia 12 – previsão feita por velejadores que participaram da coletiva. A capital baiana é a cidade brasileira que mais foi porto de chegada desta travessia, que liga o hemisfério Norte ao Sul. Esta será a quinta vez que Salvador vai receber a competição, que foi realizada, anteriormente, entre 2001 e 2007 (a cada dois anos). Entre os dias 12 e 24 de novembro, a Prefeitura montará a Vila da Regata, localizada próximo à rampa do Mercado Modelo. A estrutura servirá para recepcionar os skippers, as delegações, jornalistas e o público que poderá fazer visitação ao espaço.

Notícias Relacionadas