Flamengo goleia Chapecoense e vai às quartas de final na Sula-Americana

Depois de eliminar a Chapecoense, o Flamengo espera o vencedor do duelo entre Fluminense e LDU .
Depois de eliminar a Chapecoense, o Flamengo espera o vencedor do duelo entre Fluminense e LDU .

Em jogo que valia a vaga nas quartas de final da Copa Conmebol Sul-Americana, o Flamengo, que dependia de uma vitória para avançar na competição, goleou a Chapecoense por 4 a 0, na Ilha do Urubu, na noite desta quarta-feira (20), com dois gols no primeiro tempo e dois no segundo.

O primeiro tempo foi todo rubro-negro. Com mais de 60% de posse de bola, o Fkamengo dominou as ações do início ao fim e construiu o placar de 2 a 0 na etapa, com gols dos volantes Cuéllar e Willian Arão. Ainda teve outras chances, mas a bola teimou em não entrar.

Precisando do gol, o Flamengo foi para cima desde o início. E foi recompensado cedo. Aos seis minutos, Trauco lançou Guerrero, que tentou driblar o goleiro Jandrei, caiu, mas a bola sobrou para Cuéllar empurrar para gol vazio. O time da Chapecoense reclamou muito com a arbitragem, pois o auxiliar havia dado impedimento. Mas o árbitro Michael Espinoza viu toque de cabeça de Douglas Grolli, o que deixou Guerrero, que estava adiantado, em posição legal, e manteve o gol.

O Rubro-Negro queria mais. Aos 14, Berrío foi lançado e saiu cara a cara com Jandrei, mas na dividida o goleiro deu sorte e a bola não tomou a direção do gol. Mas aos 22 não teve jeito. Guerrero fez grande jogada e cruzou para Willian Arão na pequena área. O volante tirou o goleiro e fez o segundo. Dois minutos depois, Réver fez fila e tocou para Berrio, novamente na frente de Jandrei, mas o colombiano perdeu o domínio da bola, que saiu em tiro de meta. Aos 35, Guerrero também teve sua chance dentro da área, mas chutou por cima do gol. E o primeiro tempo se encerrou com o placar de 2 a 0, mas podia ser mais.

Segundo tempo – Na etapa final, o Flamengo não diminuiu o ritmo e manteve-se em cima do adversário. Queria fazer mais um para sacramentar o resultado. E aos 17, a bola entrou mais uma vez. Juan, em excelente partida, pegou rebote em cabeçada de Guerreiro e marcou o terceiro. Com o gol, Juan chegou a 31 com o Manto Sagrado, dois atrás de Júnior Baiano, o maior zagueiro-artilheiro do Flamengo.

Com o jogo resolvido, o Flamengo passou a tocar a bola e esperou o tempo passar. Rueda lançou Gabriel, Lucas Paquetá e Vinícius Junior nos lugares de Berrío, Guerrero e Diego, respectivamente. E ainda deu tempo para mais um. Aos 43, Everton Ribeiro achou Lucas Paquetá, que tirou do goleiro e fechou a conta.

Flamengo 3 x 0 Chapecoense
20/09/2017 – Ilha do Urubu
Copa Conmebol Sul-Americana

Flamengo: Diego Alves, Pará, Réver, Juan e Trauco. Cuéllar, Arão e Diego. Berrío (Gabriel), Guerrero e Everton Ribeiro.
Técnico: Reinaldo Rueda

Chapecoense: Jandrei, Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Diego Renan. Moisés Ribeiro (Luis Antonio), Lucas Marques e Lucas Mineiro. Penilla, Wellington Paulista e Arthur.
Técnico: Emerson Cris

Gols: Primeiro tempo: Cuéllar (9 minutos) e Willian Arão (21 minutos); Segundo tempo: Juan (17 minutos)

Notícias Relacionadas