Vitória volta a perder em casa e se afunda na zona do rebaixamento

Rubro-negro baiano foi um time inoperante e perdeu para o São Paulo por 2 a 1.  (Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória/Divulgação)
Rubro-negro baiano foi um time inoperante e perdeu para o São Paulo por 2 a 1. (Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória/Divulgação)

O Vitória se transformou definitivamente um freguês, jogando em seu estádio, o Barradão. Neste domingo (12), voltou a perder em casa, desta vez para o São Paulo, por 2 a 1. Com o resultado, o Vitória permanece na busca incansável para sair da zona de rebaixamento. O próximo confronto será contra o Atlético Mineiro, fora de casa, no próximo dia 24 de setembro.

A ausência do lateral-esquerdo Juninho foi o primeiro desafio do grupo. Patric foi o escolhido, enquanto Kieza teve seu retorno no time titular. Com um início pegado, nenhuma equipe criou grandes chances de gol. Ainda no primeiro tempo, o Vitória acabou perdendo o lateral Caíque Sá, que saiu sentindo a coxa. No seu lugar, entrou Fillipe Soutto. A melhor chance da primeira etapa foi dos pés de Uillian Correia, que acertou a trave.

No segundo tempo, o São Paulo conseguiu abrir o placar aos 7 minutos, com Militão. Apesar do Vitória buscar o empate, foram os visitantes que ampliaram, com Cueva. Perto do fim, Tréllez descontou para o rubro-negro baiano. A reapresentação dos atletas está marcada para a próxima terça-feira (19), pela manhã.

Vitória 1×2 São Paulo

Campeonato Brasileiro – 24ª rodada
Data: 17/09/2017
Horário: 16h
Local: Barradão, em Salvador
Árbitro: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Bruno Boschilla e Victor Hugo Imazu dos Santos (trio paranaense)
Cartões amarelos: Uillian Correa, Patric, Cleiton Xavier
Gols: Militão e Cueva (São Paulo); Trellez (Vitória)
Público: 12.805 pagantes
Renda: R$ 235.665,00

Vitória: Fernando Miguel; Caíque Sá (Fillipe Soutto), Kanu, Wallace e Patric; Ramon, Uillian Correia (Carlos Eduardo) e Yago; Neilton (Cleiton Xavier), Kieza e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

São Paulo: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Petros, Jonatan Gomez (Cueva), Hernanes, Marcos Guilherme e Lucas Fernandes (Thomaz); Lucas Pratto. Técnico: Dorival Júnior.

Notícias Relacionadas