970×90

Mercado teme que JBS peça recuperação judicial

CLÁUDIO HUMBERTO

Circularam informações no mercado financeiro de São Paulo, na sexta (18), apavorando bancos credores, de que seria iminente o pedido de recuperação judicial da JBS, empresa controlada por Joesley e Wesley Batista. O grupo J&F acumula dívida de quase R$60 bilhões, e estaria com dificuldades de honrar pontualmente seus compromissos. A prisão dos irmãos agravou dramaticamente a situação da empresa.

Joesley está preso desde o último domingo (10) por ordem do ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).  (Rovena Rosa/Agência Brasil)
Joesley Batista, dono da JBS
(Rovena Rosa/Agência Brasil)

CAIXA BAIXO
Credores duvidam que a empresa tenha condições de honrar a dívida de quase R$19 bilhões, com vencimento até meados de 2018.

ACIONISTAS SE MEXEM
Dono de 21% das ações, o BNDES tenta mobilizar todos os acionistas minoritários para afastar os irmãos Batista da gestão da empresa.

LISTA SECRETA
O juízo da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo, negou-se ontem a liberar a lista completa de sócios da JBS.

TUDO BEM POR AQUI
O grupo J&F tem negado e até repudiado qualquer informação sobre pedido de recuperação judicial. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais)

Notícias Relacionadas