Aiba discute com governo plano estratégico para melhorar a economia baiana

A Aiba discutiu estratégias para o desenvolvimento econômico e social da Bahia. (Foto: Divulgação)
A Aiba discutiu estratégias para o desenvolvimento econômico e social da Bahia. (Foto: Divulgação)

Construir uma visão do futuro para a Bahia. Esse é um dos objetivos do Plano Estratégico de Longo Prazo – Bahia 2035, do governo do Estado, mas que será construído a várias mãos. A Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) foi convidada a discutir as estratégias para o desenvolvimento econômico e social baiano.
O projeto, que está em fase embrionária, foi apresentado na última em Salvador, por representantes das secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Planejamento e pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia (Codes) à assessora da presidência da Aiba, Rosi Cerrato, que, na ocasião, representou a entidade.

Segundo ela, a iniciativa é importante para que todos os segmentos da sociedade comecem a pensar desde já nas medidas a serem adotadas a curto, médio e longo prazo, em busca de um desenvolvimento de forma dinâmica, sustentável e inclusiva.

“É louvável esse chamamento do governo para que instituições de diferentes setores participem dessa importante discussão que culminará na construção de diretrizes estruturantes para o desenvolvimento produtivo, segurança hídrica, meio ambiente, infraestrutura e logística, segurança pública, saúde, educação e para o desenvolvimento rural e urbano, de modo que possa impactar a cidadania, seja com a geração de emprego e renda, seja com a promoção da justiça e igualdade. Em nome da Aiba, eu posso afirmar que o agronegócio baiano vai contribuir com o que for necessário”, enfatizou.

Notícias Relacionadas