Flamengo vence o Atlético-PR e segue firme no G-6 do Brasileirão

Depois da classificação para a final da Copa do Brasil, o Flamengo entrou em campo, neste domingo (27), disposto a garantir mais uma vitória no Campeonato Brasileiro. O time superou o Atlético Paranaense, na Ilha do Urubu, pelo placar de 2 a 0, e se manteve na quinta colocação na tabela de classificação, com 35 pontos. Os gols foram marcados por Diego e Willian Arão, no primeiro tempo, aos 17 e aos 30.

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Diego abriu o placar para o Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Os times só voltam a campo pelo Brasileiro apenas no dia 10 de setembro, um domingo. O Atlético-PR tem pela frente o clássico com o Coritiba, às 11h (de Brasília), na Arena da Baixada, enquanto o Flamengo pega o Botafogo, às 19h (de Brasília), no estádio Nilton Santos. Antes, o Rubro-Negro carioca enfrenta o Paraná Clube pelas quartas de final da Primeira Liga – o jogo será na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no estádio Kleber Andrade, em Cariacica-ES.

O técnico Reinaldo Rueda manteve praticamente o time de quarta. Apenas Diego Alves foi para o gol e Rhodolfo entrou na zaga, com Juan. Com o conjunto afiado, o Mais Querido praticamente naõ foi ameaçado e controlou as ações durante todo o jogo.

O calor na Ilha do Urubu segurou um pouco o ímpeto das equipes. O primeiro chute a gol foi do Atlético, aos 11. Eduardo Henrique recebeu na entrada da área, mas chutou fraco, nas mãos de Diego Alves. E foi a única chance dos visitantes na primeira etapa. Quem abriu o marcador foi o Flamengo. Aos 17, Everton cobrou escanteio na cabeça de Guerrero, o goleiro Weverton rebateu nos pés de Diego, que não perdoou.

O domínio rubro-negro era total. Sem ser ameaçado, o time tocava a bola com calma até aparecer a oportunidade de concluir. E ela veio novamente aos 30. Berrío fez ótima jogada pela direita e cruzou. A zaga afastou, mas a bola caiu nos pés de Willian Arão, que chutou de primeira e ampliou, finalizando o placar da primeira etapa.

A etapa final seguiu o ritmo do primeiro tempo. O Flamengo controlou a temperatura do jogo e teve as melhores opções. Aos 22, Arão entrou na cara de Weverton, mas falhou na hora do chute. Um minuto depois, Guerrero soltou a bomba e a bola passou rente à trave do Atlético.

Aos 32, o Flamengo quase ampliou, primeiro com Guerrero, que chutou da entrada da área, mas a bola desviou e quase entrou no ângulo. Na cobrança de escanteio, Rômulo cabeceou para grande defesa de Weverton.

Com o Atlético entregue em campo, bastou esperar o tempo passar e administrar o resultado. No último minuto, Weverton ainda impediu o que seria o gol de Guerrero, no dia que completou 100 jogos com a camisa do Flamengo. Mas para efeito de placar, nem precisava.

Notícias Relacionadas