Agricultores voltam a protestar contra o Funrural e interditam rodovia na Bahia

Foi  a quarta manifestação, em menos de um mês, organizada pelos agricultores e entidades representativas do agronegócio da região (Foto: Aiba/divulgação)
Foi a quarta manifestação, em menos de um mês, organizada pelos agricultores e entidades representativas do agronegócio da região (Foto: Aiba/divulgação)

Máquinas agrícolas atravessadas na BA-460 e agricultores com faixas a favor do PRS 13/2017, contrária ao Funrural. Este foi o cenário, nesta terça-feira (22), na comunidade de Placas (região agrícola de Barreiras), oeste da Bahia. Esta é a quarta manifestação, em menos de um mês, organizada pelos agricultores e entidades representativas do agronegócio da região, incluindo a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba).

Antes, Luís Eduardo Magalhães e a comunidade de Coaceral, também realizaram protestos. Os produtores rurais pedem, principalmente, o voto favorável dos senadores da Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal (CCJ) ao PRS (Projeto de Resolução do Senado) nº 13/2017. O Projeto, que entra pela quarta vez na pauta de votação nesta quarta (23), é de extrema importância para o setor agrícola, pois suspende a execução de dispositivos da Lei Orgânica da Seguridade Social (Lei 8.212/1991 – LOAS), regulamentadores da cobrança do Funrural.

“Estamos nos mobilizando toda a semana para chamar a atenção do governo federal, principalmente dos senadores, que irão votar o PRS 13/2017 nesta quarta. O Funrural, da forma que está sendo conduzido, torna-se uma cobrança injusta ao produtor rural, e vai prejudicar, não só a agricultura, como também outros setores da economia e o consumidor que irá sofrer com o aumento dos produtos”, avaliou o vice-presidente da Aiba, Luiz Pradella.
Na semana passada, o Projeto iria ser votado, mas um pedido, por parte da senadora Simone Tebet (PMDB/MS) para análise do texto, adiou a votação para esta semana. Representantes da Aiba e outras entidades da região, acompanharão a sessão do CCJ nesta quarta, em Brasília.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =