Parceria viabiliza curso de inglês para baianas de acarajé

As baianas   vão poder conhecer sobre como se comunicar em inglês abordado assuntos como cultura, música, pontos turísticos e comida típica.
As baianas vão poder conhecer sobre como se comunicar em inglês abordado assuntos como cultura, música, pontos turísticos e comida típica.

Ampliar os conhecimentos na língua inglesa e passar a melhor imagem de Salvador para os visitantes. Foi com este objetivo que a baiana de acarajé, Dulce de Jesus, há 25 anos exercendo a profissão, garantiu sua vaga no curso de inglês oferecido pelo Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (SIMM). A iniciativa tem parceria com o curso de inglês FISK e a Associação Nacional das Baianas de Acarajé (Abam). A capacitação teve início nesta segunda-feira (21), e vai acontecer uma vez por semana durante três meses.

“Amei a inciativa e quando soube não quis perder essa oportunidade. Curso de inglês é caro e esse gratuito eu tinha que fazer. Assim como vou fazer todos os outros que oferecerem”, declarou a quituteira, se referindo aos demais cursos deste mês, a exemplo de Orçamento Doméstico e Matemática Financeira. O gestor da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel), Geraldo Júnior, pasta responsável pelo SIMM, afirma que a oferta de cursos não para por aí. “Vamos oferecer também espanhol, e estamos dialogando com os parceiros para estendermos a profissionais de outras classes”, declarou.

Durante os noventa dias de aula, os estudantes vão poder conhecer sobre como se comunicar em inglês abordado assuntos como cultura, música, pontos turísticos e comida típica. As aulas, que acontecerão das 13h às 15h, todas as segundas-feiras, se dividem em teoria e muita prática. De acordo com a professora da instituição parceira, Milena Conceição, o método utilizado é objetivo e prático. “Desde o primeiro momento, insiro a conversação e no final do curso, estarão aptas (os) a falar dentro da área.

Notícias Relacionadas