Lava Jato: Cunha operava com Vacarezza.

CLÁUDIO HUMBERTO

A prisão temporária do ex-líder do PT Cândido Vaccarezza permitirá a Lava Jato provar vínculos entre o ex-líder dos governos Lula e Dilma e o ex-deputado Eduardo Cunha, que se encontra preso em Curitiba (PR). Investigadores já sabem do envolvimento da dupla em negócios nos governos do PT, quando Cunha era líder do PMDB na Câmara e já chefiava o grupo que fazia negócios sujos na Petrobras.

Eduardo Cunha  (Foto: Agência Câmara)
Eduardo Cunha (Foto: Agência Câmara)

NEGÓCIOS À PARTE
Eram frequentes reuniões de Eduardo Cunha e Cândido Vaccarezza, mesmo o peemedebista sendo oficialmente hostilizado pelo PT.

LOCAL FAVORITO
Reuniões com Vaccarezza eram feitas à noite, sem qualquer discrição, no restaurante A Bela Sintra, o favorito do peemedebista em Brasília.

DUPLA EM SINTONIA
A pedido de Cunha, o então líder do PT apresentou proposta (PEC 352) legalizando doações eleitorais privadas de empresas.

FALA, VACCAREZZA
Lava Jato está confiante com a prisão. Vaccarezza teve papel central nos governos Lula e Dilma. Hoje, rompido com o PT, deve contar tudo. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais)

Notícias Relacionadas