Carletto sugere prorrogação para saques de contas inativas

Deputado federal Ronaldo Carletto (PP-BA)
Deputado federal Ronaldo Carletto (PP-BA)

Por meio de Indicação, o deputado federal Ronaldo Carletto (PP-BA) pediu a prorrogação em, pelo menos seis meses, do prazo para a movimentação das contas vinculadas no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que permite o saque do saldo das contas inativas. De acordo com o balanço da Caixa, até o dia 20 de julho desse ano, 16% dos beneficiados ainda não haviam sacado um montante de R$ 6 bilhões.

O parlamentar ressaltou que após o dia 31 de julho de 2017, prazo estipulado pela Caixa Econômica Federal (CEF), os titulares das contas vinculadas ou seus dependentes somente poderão fazer alguma movimentação após três anos fora do regime do FGTS, ou seja, depois do último contrato de trabalho.

Carletto destacou que sabe que há exceções para os saques das contas após essa data para quem estava doente ou com restrição de liberdade, porém também reconhece que há outras situações que precisam de atenção. “Existem situações outras que podem ter impedido o trabalhador de usufruir de seu direito de movimentar sua conta vinculada no FGTS, principalmente devido à falta de informação, causando-lhe enorme prejuízo em vista da grave situação econômica pela qual passa o País e isso prejudica mais os trabalhadores de baixo poder aquisitivo e, obviamente, em situação de desemprego”, enfatizou.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + 9 =