Avião de ex-senador pode ter sido sabotado

CLÁUDIO HUMBERTO

O avião pilotado pelo ex-senador Roger Pinto Molina pode ter sido alvo de sabotagem, segundo suspeitam seus aliados na Bolívia. A aeronave caiu logo após a decolagem. Fernando Tibúrcio, advogado do ex-senador, afirmou ontem que as autoridades brasileiras deveriam estar atentas à hipótese de sabotagem. São conhecidos os métodos do “serviço secreto” de Evo Morales, e dos aliados de Cuba e Venezuela.

Avião pilotado por ex-senador boliviano Roger Pinto Molina cai em Luziânia (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Avião pilotado por ex-senador boliviano Roger Pinto Molina cai em Luziânia (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

BARRA PESADA
São conhecidos os métodos do “serviços secreto” de Evo Morales, presidente da Bolívia, criado para espionar adversários e até aliados.

MATANÇA EM HOTEL
Para desacreditar a oposição, a polícia política da Bolívia matou em um hotel três pessoas que estariam “planejando matar” Evo Morales.

PERSEGUIÇÃO
Molina é símbolo da resistência a Evo Morales, que o persegue desde quando o então senador denunciou corrupção no governo boliviano.

MOLINA AGONIZA
Roger Molina foi socorrido após o acidente e levado, com diversos traumatismos, entre a vida e a morte, para um hospital de Brasília. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais).

Notícias Relacionadas