Feira da Cidade volta à Centenário neste sábado para comemorar três anos

O evento reúne música, gastronomia, manufatura, moda, vinil e programação infantil. (Foto: Reprodução)
O evento reúne música, gastronomia, manufatura, moda, vinil e programação infantil. (Foto: Reprodução)

O aniversário é em setembro, mas as comemorações dos três anos de Feira da Cidade começam neste final de semana (4 e 5), na Avenida Centenário. O evento, realizado em parceria com Prefeitura Municipal de Salvador, que reúne música, gastronomia, manufatura, moda, vinil e programação infantil, inicia no sábado (5) às 11h e segue até às 20h, e no domingo (6) das 10 às 19h.

O sábado (5) será regido por apresentações inéditas como a música contemporânea da jovem intérprete indicada ao Prêmio Caymmi, Lívia Nery, seguida pelo som da Kombinação, banda que traz releituras da música baiana e uma convidada mais que especial, a cantora, Marcia Short, além de discotecagem com o Dj Mauro Telefunksoul e Dj Indio.

O domingo (6) amanhece com atividades para a criançada, com Canteiros Coletivo, espetáculo de circo com Arca de Vande, oficinas de bola de sabão gigante e brincadeiras com o Malubambu. Já os adultos, vão poder relaxar com Mindfulness, técnica integrativa mente-corpo direcionada para pessoas que desejam mudar a maneira como que se relacionam com suas vidas, que tem como objetivo proporcionar maneiras de focar a atenção no momento presente em uma atitude aberta, receptiva e sem julgamentos. A instrutora será a Psicóloga Ana Martha Lima.

A tarde, o músico Thiago Trad (Cascadura-Bailinho de Quinta) fará uma apresentação especial dentro da Feira da Cidade, para uma celebração entre amigos e para divulgar a campanha de financiamento coletivo do seu primeiro álbum solo, intitulado ‘Moscote’, já confirmaram presença Tati Trad, Daniel da Cruz, Pedro Degaut, Átila Santtana(IFA), Denisson Palumbo, CH Straatmann, Fall Clássico, Aquim Sacramento e seus ex companheiros de banda Cadinho Almeida e Du Txai. Idealizador do projeto Bahia Experimental, a ideia do músico é propor encontros inéditos, tendo no improviso livre o fio condutor para criar o intercâmbio entre os artistas convidados.

Notícias Relacionadas