Custo Brasil subiu 120%, mas funcionários só 10%

CLÁUDIO HUMBERTO

O inchaço resultante do aparelhamento do Estado brasileiro na última década elevou os gastos com pessoal em cerca 120% entre 2007 e o ano passado, passando de R$ 126,8 bilhões para os atuais R$284 bilhões por ano para bancar Executivo, Legislativo e Judiciário. O problema é que o número de funcionários cresceu apenas 10%, passando de 1,99 milhão em 2007 para os atuais 2,2 milhões.

Os gastos do Legislativo passaram de R$ 5,9 bilhões para R$ 9,2 bilhões.  (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Os gastos do Legislativo passaram de R$ 5,9 bilhões para R$ 9,2 bilhões. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

MÁQUINA OBESA
O Executivo, o mais inchado dos Poderes, gastava R$ 96,7 bilhões em 2007 e aumentou gastos para R$ 213,7 bilhões (descarados 121%).

MENOR CRESCE MENOS
O Legislativo federal, além do menor número de servidores, elevou os gastos menos (56%). Passou de R$ 5,9 bilhões para R$ 9,2 bilhões.

CONTRACHEQUE INJUSTO
No Judiciário, o gasto com folha aumentou 106% desde 2007, quando era de R$ 18,9 bilhões. Atualmente, a Justiça nos custa R$ 39 bilhões.

PALAVRA DO PLANEJAMENTO
O custo de servidores aumentou 10 vezes mais que o número deles por reajustes e o “crescimento vegetativo” da folha, diz o Planejamento. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais).

Notícias Relacionadas