Brasileirão 2017: Coritiba perde para o Atlético-MG na reestreia de Marcelo Oliveira

Cris Cyborg venceu Tonya Evinger no UFC 214 e se tornou campeã dos pesos-penas (Foto: Reprodução/Site Oficial UFC)
O resultado complicou o Coritiba na tabela. Com 19 pontos e quatro derrotas seguidas, o Coxa é o 16º colocado e pode ser empurrado para a zona de rebaixamento pelo rival Atlético-PR, que joga no complemento da rodada, na segunda-feira. (Foto: Coritiba/Divulgação

Na 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Coritiba perdeu para o Atlético-MG, no estádio Couto Pereira, na tarde deste domingo (30). Sem conseguir criar boas chances de gols, o Coxa acabou deixando de somar pontos em casa, na reestreia do técnico Marcelo Oliveira. O resultado complicou o Coritiba na tabela. Com 19 pontos e quatro derrotas seguidas, o Coxa é o 16º colocado e pode ser empurrado para a zona de rebaixamento pelo rival Atlético-PR, que joga no complemento da rodada, na segunda-feira. O Atlético-MG fica temporariamente na nona posição, com 23 pontos, e ainda pode ser ultrapassado pelo Cruzeiro nesta rodada.

O próximo desafio do Coritiba é contra o São Paulo, no Morumbi. Os times se enfrentam na quinta-feira, às 19h30 (horário de Brasília). O Atlético-MG recebe o Corinthians no Mineirão, na quarta-feira, às 21h.

Marcelo Oliveira mandou a campo um Coritiba com Tiago Real como novidade na vaga de Alan Santos. O capitão Werley estava confirmado para voltar ao time, mas sentiu um desconforto no aquecimento e deu lugar a Luizão.

Com a bola rolando foram os visitantes que tiveram um início muito forte. Aos seis minutos, Cazares cobrou falta da direita, Adilson tocou de cabeça e mandou para as redes. A arbitragem anulou o gol.

O Galo abriu de fato o placar aos 12 minutos. William Matheus tocou com a mão na bola e a arbitragem marcou a penalidade. Fabio Santos cobrou e balançou as redes no Couto Pereira.

Com dificuldades para atacar, o Coxa viu o time mineiro ter outro pênalti anotado. A arbitragem entendeu que Jonas empurrou Leonardo Silva na área. Desta vez, brilhou a estrela de Wilson que defendeu a cobrança de Cazares.

A defesa de Wilson fez com que a torcida empurrasse o Coxa em direção ao ataque. Na melhor chance do Coritiba, Tiago Real recuperou a bola pela direita e rolou na medida para Henrique Almeida. O atacante bateu rasteiro, mas Victor defendeu sem dar rebote.

O Verdão ainda reclamou muito da arbitragem quando Rildo caiu após uma forte disputa de bola na área com Adilson. O juiz da partida, Wagner Nascimento, entendeu como lance normal e revoltou a torcida alviverde no Couto Pereira.

No segundo tempo, logo nos primeiros minutos o Coxa quase viu o Atlético-MG aumentar o marcador. Após jogada rápida de Gustavo Blanco pela direita, Rafael Moura apareceu livre na pequena área, mas tocou por cima do gol.

Percebendo a dificuldade do Verdão no jogo, Marcelo Oliveira mexeu na equipe colocando o prata da casa Yan Sasse na vaga de Tiago Real, que retornou de lesão nesta tarde.

Em dois lances seguidos logo após sua entrada, o piá da base quase empatou. Na primeira ele emendou um rebote, mas parou em Fabio Santos, que se atirou na bola evitou o gol. Na sequência, ele mandou de primeira após cruzamento de Rildo, mas a bola foi para fora.

Com muita dificuldade de criar situações no ataque, Marcelo Oliveira colocou ainda Filigrana e Alecsandro, os dois entraram nas vagas de Matheus Galdezani e Tomas Bastos, respectivamente.

O Atlético-MG conseguiu o segundo gol aos 27 minutos. Após jogada pela direita, a zaga do Coxa não cortou, Rafael Moura teve tranquilidade e chutou com facilidade para aumentar o marcador.

Na reta final o Coritiba até tentou chegar ao ataque criou grande chance com Henrique Almeida, mas o camisa 91 mandou para fora. Com o placar adverso, o Verdão não teve forças para chegar ao gol e acabou derrotado no Couto Pereira.

Brasileiro 2017 – 17ª rodada

Coritiba 0 X 2 Atlético-MG
Local: Couto Pereira – Curitiba – PR
Data: 30/07/2017
Horário: 16:00h

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes – RJ (FIFA)
Assistentes: Rodrigo F Henrique Correa – RJ (FIFA) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha – RJ (CBF)
Quarto Árbitro: Diogo Carvalho Silva – RJ (CBF)

Coritiba: Wilson, Léo, Márcio, Luizão, William Matheus, Tiago Real (Yan Sasse), Matheus Galdezani (Filigrana), Jonas, Tomas Bastos (Alecsandro), Rildo e Henrique Almeida
Técnico: Marcelo Oliveira
Banco: Rafael Martins, Rodrigo Ramos, Thalisson Kelven, Thiago Carleto, João Paulo, Alan Santos, Vitor Carvalho, Yan Sasse, Filigrana, Neto Berola e Alecsandro

Atlético-MG: Victor, Marcos Rocha, Gabriel, Leonardo Silva, Fábio Santos, Adilson (Elias), Rafael Carioca, Cazares, Gustavo Blanco (Yago), Rafael Moura e Pablo (Luan)
Técnico: Micale

Notícias Relacionadas