Mancini quer empenho e união para tirar o Vitória da situação difícil

Mancini:  ''O fundamental agora é entrar em campo e vencer partidas”.
Mancini: ”O fundamental agora é entrar em campo e vencer partidas”.

O novo executivo de futebol Cléber Giglio e o técnico Vágner Mancini foram apresentados oficialmente nesta quarta-feira (26), no Barradão. Em meio à coletiva para a imprensa, ambos já mostravam que o desejo era arregaçar as mangas e partir para o trabalho. Com um tempo curto, Mancini se dividiu entre o atendimento aos repórteres e o desejo de se apresentar ao seu novo grupo de trabalho. Junto com o comandante, retorna Valter Abrantes, agora na função de seu auxiliar técnico.

“Esses últimos dias foram muito intensos. A gente sentou e tentou ficar sabendo de tudo o que estava acontecendo no clube. Hoje, eu já tenho um bom apanhando do que foi o Vitória nesses últimos tempos. Estou feliz por voltar, por ter o carinho das pessoas. Quero passar que esse não é mais um momento de crise, é um momento de reconstrução. Um momento novo para o Vitória. O desafio é o que mais me movimenta no futebol”, disse Mancini, na sua chegada.

O treinador assegurou que, após sua saída da Chapecoense, outras propostas chegaram, mas sua forte ligação na história do clube o fez retornar ao Leão. Mancini é o treinador que mais comandou o rubro-negro na sua história, com 153 jogos oficiais.

“Tive outras oportunidades depois de deixar a Chapecoense, mas nenhuma como a do Vitória. Quando sentei e conversei, vi que tinha uma segurança. Por mais difícil que esteja o momento, eu vi sinceridade, então, passo a ser mais um soldado que vai para a guerra. O Vitória não é para estar em 19º lugar. Cabe a todos falarem a mesma língua, evitarmos as desculpas, e, diante disso, buscar aquilo que pensamos que pode ser feito. O fundamental agora é entrar em campo e vencer partidas”, acredita Mancini.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × três =