Experiências desenvolvidas no Cepred serão apresentadas em evento internacional

Cada novo passo dado no desenvolvimento de Hellen Roberto ou de Lara Luiza é festejado por suas mães. A comemoração é vista, a cada dia de tratamento, no Centro Estadual de Prevenção e Reabilitação da Pessoa com Deficiência (Cepred), em Salvador. Além delas, outras 88 crianças com microcefalia são acompanhadas pela equipe multiprofissional da unidade da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), que é uma referência na assistência às pessoas com deficiência auditiva, física e intelectual.

Os profissionais do Cepred apresentarão pesquisas desenvolvidas na instituição. (Foto: Sesab/Divulgação)
Os profissionais do Cepred apresentarão pesquisas desenvolvidas na instituição. (Foto: Sesab/Divulgação)

Esse modelo de atendimento do Cepred, na intervenção precoce às crianças com microcefalia, será apresentado na 1ª Feira de Soluções para a Saúde, evento internacional sobre produtos e serviços voltados para o combate, prevenção, diagnóstico e tratamento da Zika, Dengue e Chikungunya. O evento acontecerá de 8 a 10 de agosto, no Senai Cimatec, em Salvador, juntamente com o Seminário Internacional da Unicef: Zika e Infância.

“Tínhamos uma média de 20 crianças sendo atendidas no Cepred por conta da microcefalia. Esse aumento, fez surgir a necessidade de reorganizar o fluxo e protocolos de atendimento na instituição”, destaca a diretora do Cepred, Normélia Quinto. De acordo com ela, essas soluções construídas no centro serão mostradas no evento.

Além da experiência da assistência, durante a Feira, os profissionais do Cepred apresentarão pesquisas desenvolvidas na instituição. Serão expostos dois pôsteres com os temas “Triagem auditiva de bebês com microcefalia associada ao histórico de infecção congênita por vírus zika em um centro especializado em reabilitação” e “Estudo seguimentado de bebês com microcefalia associada ao histórico de infecção congênita por vírus zika em um centro especializado em reabilitação”. Os estudos fazem parte de um projeto desenvolvido em parceria com a Fiocruz/BA.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + 14 =