UFBA receberá professores visitantes de outros países no próximo semetre

Os contratos entre a UFBA e os professores visitantes serão firmados a partir de 1º de agosto.
Os contratos entre a UFBA e os professores visitantes serão firmados a partir de 1º de agosto.

A Universidade Federal da Bahia receberá 43 novos professores visitantes, a maioria deles de fora do Brasil, já a partir do próximo semestre letivo. Eles foram selecionados por meio de um edital lançado pela Reitoria em março passado, voltado à contratação temporária de docentes de reconhecida qualificação em suas áreas, com o objetivo de fortalecer os programas de pós-graduação e ampliar a internacionalização da Universidade.

A maior parte dos selecionados – 31 – fez o doutorado fora do Brasil, em 15 países diferentes. Estados Unidos, França, Inglaterra e Itália são as principais raízes acadêmicas dos aprovados, com quatro professores cada. Em seguida vêm Alemanha e Portugal, cada um com três professores. Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Cuba, Espanha, México e Suíça tiveram, cada, um docente selecionado. Outros 12 fizeram seus doutorados em universidades brasileiras. Para o pró-reitor de Pesquisa, Criação e Inovação, Olival Freire Jr., a contratação dos professores visitantes é uma “oxigenação para a pós-graduação”.

O coordenador de Ensino de Pós-Graduação, Ronaldo Lopes de Oliveira, que acompanhou os trabalhos da comissão de avaliação, explica que cerca de 70% do grupo aprovado permanecerá na UFBA por dois a quatro anos. “Tempo suficiente para se integrarem, ministrarem disciplinas, fazerem publicações, orientação e co-orientação”, assegura. “É um ato inédito no país receber um número tão grande de professores visitantes de uma só vez”, observa.

Os contratos serão firmados a partir de 1ºde agosto. Além dos selecionados, a Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação (PROPG) divulgou uma lista de oito suplentes, visando garantir a agilidade das contratações em caso de eventuais desistências. Ao todo, a PROPG recebeu 87 indicações de doutores de 18 países, além do Brasil.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × três =