Vitória segue com futebol medíocre e sofre terceira derrota seguida em casa

Reinaldo Oliveira: siga no Twitter – @reinaldo oliveira
Reinaldo Oliveira: siga no Twitter – @reinaldo oliveira

REINALDO OLIVEIRA
Radialista Esportivo e
Repórter da Super Rádio Cristal

Com futebol medíocre, sofrível, qualquer adjetivo similar, Vitória perde para a Chapecoense em casa por 2 a 1 e se complica ainda mais. Gol do Vitória marcado por Neilton cobrando pênalti.

Com o resultado o Vitória segue na zona de rebaixamento em 19º com 5 pontos do primeiro fora da zona que é o Atlético-PR.

3ª derrota seguida em casa.

Já são 23 pontos perdidos em casa de 27 disputados, ou seja, 9 jogos, 1 vitória, 2 empates e 6 derrotas.

MELHOR: Caíque Sá
PIOR: Geferson

ANÁLISE
Vitória entrou com a melhor escalação que tinha no meu entender.

Começou até bem, com Caíque Sá dando uma canseira pelo lado direito, Yago pela esquerda, porém esbarrava no bom sistema defensivo da Chapecoense.

Outro problema grave foi o esquema usado.

Tive o prazer de assistir o jogo ao lado de torcedores, já que não trabalhei, e aproveito para agradecer a todos pelo carinho, mas foi visível que a transição defesa, meio e ataque é falha.

Vitória volta a perder no Barradão: derrota para a Chapecoense foi a terceira seguida em casa. (Foto: EC Vitória/Divulgação)
Vitória volta a perder no Barradão: derrota para a Chapecoense foi a terceira seguida em casa. (Foto: EC Vitória/Divulgação)

Pude observar friamente e percebi que quando o Vitória sai para ataque, apesar de muito lento, fica uma linha de praticamente 6 na frente esperando a bola chegar e o velho buraco no meio sendo que esses seis (Tréllez, Neilton, Carlos Eduardo, Caique Sá e Geferson) não voltam pra receber.

Não precisa ser técnico para enxergar esses pontos falhos, mas difícil vai ser colocar isso nos jogadores nessa altura do campeonato. Sem falar da má vontade de alguns jogadores, mas vamos voltar ao jogo.

Chapecoense aos poucos foi se soltando e começou a levar perigo ao gol de Caíque.

Teve um lance que o sol o atrapalhou e ele teve que segurar em dois tempos, primeiro susto da tarde.

Em seguida, numa jogada praticamente dominada, Geferson recuou curto, na fogueira e Caíque saiu e acabou se atrapalhando e fez pênalti. De onde eu estava achei pênalti.

Depois do gol, Vitória foi em busca do empate e em cobrança de escanteio, a bola sobrou pra Kanu que mandou pra dentro porém a arbitragem assinalou impedimento. Alguns colegas disseram que o impedimento não existiu. Eu não vi o lance ainda.

Em outro lance perigoso, Caíque evitou o pior numa cabeçada, onde foi buscar no canto.

Vitória enfim chegou com lançamento para Geferson que escorou pro meio e Santiago Tréllez perdeu o que poderia ser o empate.

Antes de terminar o primeiro tempo a Chapecoense voltou a criar perigo de novo pela esquerda, Arthur driblou Caíque e chutou, jogador tirou em cima da linha e Kanu mandou pra longe.
Fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, continuou a mesma coisa. Jogadores se livrando da Bola por não ter pra quem tocar ou quando tocava fazia isso errado ou pra trás.

Sem ter levado lateral esquerdo no banco, Patric teve que entrar em lugar de Geferson que saiu machucado.

Em boa jogada do Caique Sá pela direita ele achou a chegada de Tréllez na área que acabou caindo e o árbitro deu pênalti. Outro lance duvidoso que de onde eu estava, muito complicado de dizer se foi ou não. Neilton bateu muito bem e empatou o jogo.

Em seguida, contra ataque rápido onde o Patric do Vitória faltou ao ensaio e terminou deixando Lourency em condições de fuzilar o goleiro Caíque. Chapecoense 2 1.

Depois do gol Vitória mudou a estratégia com a entrada de André Lima. Passou a alçar bolas na área e aí apareceu o papel do lateral Caíque Sá. Onde esse garoto estava que não tinha tido chance ainda? Ele acertou quase todos os cruzamentos errando apenas o que ele inventou de fazer com a perna esquerda.

Numa dessas bolas alçadas na área, acabou nos pés de Kanu que, sem caguete de atacante, jogou na torcida Imbatíveis.

Outra bola alçada por Caique Sá, Kanu cabeceou por cima.

Fim de mais uma derrota em casa e o time segue sendo o pior mandante.

*CONCLUSÃO*
Cheguei à conclusão que o Vitória não precisa de treinador. Nenhum que vier ajudará. O Vitória precisa com urgência de um mágico. Ninguém vai conseguir corrigir tantos problemas a curto prazo, pois são muitos.

*SUBSTITUIÇÕES*

_1ª Mudança_
Sacou Geferson logo no início do segundo tempo e por não ter lateral esquerdo no banco colocou Patric. Na sexta-feira, quando peguei a relação de concentrados estranhei a ausência do Thallyson. Perguntei a assessoria que me disse que era opção do treinador. Hoje após o jogo o Flávio disse que sentiu a ausência do Thallyson. Como assim, não foi opção do treinador? Desculpem, mas alguém está mentindo aí. Voltando aqui. Geferson lástima pela esquerda e Patric deixando os buracos de sempre. Errou na mudança. Eu colocaria Júnior por já ter jogado, tempo atrás, ali como lateral esquerdo, quem conhece o jogador sabe o que estou falando. ?

_2ª Mudança_
Sacou Uilliam Correa e colocou André Lima. Se já estava aberto demais, se abriu ainda mais. Se fosse pra tirar eu não tiraria Correa, pois poderia ajudar com bons chutes fora da área. Poderia tirar o Yago ou Fillipe Soutto. Tudo bem que aí o time cresceu, mas falhou pelos erros citados acima. ?

_3ª Mudança_
Sacou Carlos Eduardo, que tem o melhor passe do meio-campo do Vitória, e colocou Jhemerson. Carlos Eduardo estava bem, porém se ninguém voltar para ao menos fazer um dois, ficará complicado. Jhermerson coitado, tocou na bola? Não me recordo. Sabe por que? assim como todos do meio pra frente, se escondeu entre os zagueiros e volantes da Chapecoense. Complicado!Flávio errou na mudança pois poderia ter colocado o Júnior ou Rafaelson, se o intuito era alçar bola na área seria mais útil. ?

Para próxima partida, Flávio Tanajura ou o novo treinador terá de volta David e Renê Santos que cumpriram suspensão pelo terceiro cartão.

*Kieza* já iniciou os exercícios de fisioterapia, mas requer um pouco de tempo.
*Zé Welison* está fazendo a parte física e sem previsão ainda de retorno.
*Willian Farias*, que já está dando voltas ao gramado, deve voltar a ser reavaliado para saber quando retorna.
*Paulinho e Leandro Salino* não fazem mais parte dos planos para o restante da temporada.
*Ramon*, que sofreu lesão na parte posterior da coxa esquerda, também será reavaliado para saber quando deve retornar.

PRÓXIMO JOGO

  • Cruzeiro X Vitória
  • SÉRIE A
    Domingo (30/07)
    19h
    Mineirão

    Notícias Relacionadas

    Deixe uma Resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    5 × 5 =