Fortaleza empata com o Remo e completa quatro jogos sem vencer na “C”

JORNAL O POVO
-Reprodução-

Não foi neste domingo que o Fortaleza conseguiu quebrar sua série de jogos sem vitória. Diante do Remo, no Presidente Vargas, a equipe empatou por 1 a 1 e agora são quatro partidas sem vencer. Insatisfeita, a torcida vaiou bastante o Tricolor após o apito final. O Leão do Pici agora soma 15 pontos e na próxima rodada encara o Botafogo-PB, fora de casa, na sexta-feira (21), às 21 horas.

Jorgadores do Fortaleza ouviram vaias da torcida ao final da partida
Jorgadores do Fortaleza ouviram vaias da torcida ao final da partida. (Foto Júlio Caesar/O Povo/Reprodução)

Escalado com Adenilson e Everton no meio-campo ofensivo, Hiago e o estreante Paulo Sérgio no ataque, o Fortaleza começou a partida deixando claro que tomaria a iniciativa. Para isso contava também com apoio de Pablo e Felipe pelos lados do campo, especialmente as iniciativas pela direita. Já o Remo, bem postado na defesa, se mostrava preparado para os contra-ataques e foi assim que quase abriu o placar aos oito minutos, em cabeçada de Dudu que Marcelo Boeck evitou com grande defesa. A estratégia do time do Pará deu certo logo depois, quando Luiz Eduardo tabelou com Eduardo Ramos e abriu o placar.

A desvantagem não mudou o panorama tático do Tricolor, que seguia com mais posse de bola, mas faltava objetividade nas finalizações, tanto que a primeira chance boa ocorreu apenas 17 minutos, mas Hiago desperdiçou. O Volume de jogo do Fortaleza seguia superior e o empate saiu aos 31. Pablo fez ótimo passe na cabeça de Paulo Sérgio, que, com categoria, balançou as redes.

O Fortaleza voltou para o segundo tempo pressionando bastante, mas as finalizações com perigo real eram raras. O Remo, com sua estratégia de atuar em velocidade, por pouco não fez o segundo tento, mas de novo Marcelo Boeck apareceu bem em chute de Pimentinha, aos 10 minutos. Pelo lado do Tricolor, as principais iniciativas eram pelo lado direito e foi assim que Paulo Sérgio teve duas boas chances para virar, mas foi infeliz nos arremates.

Precisando da vitória, o técnico Bonamigo fez duas substituições aos 21 minutos, quando Vinicius Pacheco e Guilherme Santos entraram nas vagas de Hiago Bruno Melo. O panorama da partida seguiu exatamente o mesmo, mas com dificuldade para entrar na área, o Fortaleza abusava dos chutes errados de fora da área. Na mesma medida, o Remo apostava nos contra-ataques e teve grande chance de fazer o segundo gol, mas Guilherme Santos salvou finalização de Japinha na pequena área, aos 31 minutos. Nos 15 minutos finais, o Fortaleza seguiu ocupando o campo ofensivo, mas não conseguiu furar a defesa paraense.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 1 =