Libertadores: Botafogo vence o Nacional-URU e fica a um empate das quartas de final

Com um gol de João Paulo no primeiro tempo, Alvinegro superou os uruguaios e precisa de um empate no Estádio Nilton Santos . (Foto: Botafogo/Divulgação)
Com um gol de João Paulo no primeiro tempo, Alvinegro superou os uruguaios e precisa de um empate no Estádio Nilton Santos . (Foto: Botafogo/Divulgação)

No primeiro jogo das oitavas de final da Conmebol Libertadores Bridgestone, o Botafogo derrotou o Nacional-URU por 1 a 0, na noite desta quinta-feira (06/07), no Estádio Parque Central. O gol da vitória alvinegra foi do meia João Paulo.

O confronto da volta entre as equipes está marcado para o próximo dia 10/08, às 19h15, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, que com toda certeza estará lotado! Já pelo Brasileiro, o time de Jair Ventura volta a campo no domingo (9), às 19h, também no Estádio Nilton Santos.

Nacional e Botafogo foram a campo dispostos a travar uma grande batalha em busca de um bom resultado nos primeiros 90 minutos da decisão.

A bola rolou e a temperatura, que até então era baixa, aumentou! Jogando em casa, o Nacional buscou uma pressão inicial com bolas alçadas na área alvinegra.

Bem postada, a zaga do Glorioso segurou bem as pontas. Quando não deu, o Fogão contou com a sorte e com a estrela de Gatito. Isso porque aos 14, em falta cobrada pela equipe uruguaia, Silveira desviou e acertou o pé da trave. Na volta, Fernandéz finalizou e o paredão Gatito apareceu fazendo um milagre com o pé.

Após os 15 iniciais, o Nacional começou a ceder mais espaços e o Alvinegro conseguiu aumentar o volume de jogo. Pimpão, aos 20, achou Bruno Silva na área, mas faltou alguns centímetros para o volante chegar na bola.

Na insistência da dupla, saiu o gol do Fogão! Aos 37, novamente Pimpão lançou Bruno Silva na direita, que bateu de primeira, a bola desviou em Espino e sobrou para João Paulo completar para o fundo das redes. Primeiro gol de João com a camisa alvinegra.

Em desvantagem no placar, a equipe uruguaia voltou do intervalo precisando ir ao ataque. Já o Botafogo se fechou em busca dos contra-ataques. Com o gramado molhado, o duelo era de muito contato e ficou bastante disputado pelo meio de campo.

Tiveram mais chances para o Alvinegro. Matheus Fernandes arrematou de longe por cima. Aos 25, Roger arriscou de fora da área e obrigou Conde a fazer boa defesa no canto. O time da casa foi todo ao ataque e ensaiou uma pessão no fim com muitas bolas levantadas na área.

Com muita garra e com o coração nas travas das chuteiras, os guerreiros alvinegros se doaram e mantiveram o placar inalterado até o apito final. Deu Fogão em Montevidéu! Agora é na nossa casa. É no Nilton Santos. Vamos com tudo!

Notícias Relacionadas