Internacional perde em casa para o Boa Esporte e torcida vaia e briga

Em mais uma atuação fraquíssima, o Internacional foi derrotado em pleno Beira Rio pelo Boa Esporte, por 1 a 0, e deixou o campo debaixo de enorme vaia diante de uma atuação apática. O técnico Guto Ferreira também não foi poupado. Torcedores inconformados com a derrota do Inter na tarde deste sábado promoveram uma briga com seguranças e policiais. Gradis, cones, garrafas e pedras foram arremessadas. Para tentar conter o tumulto e afastar os manifestantes, bombas de gás moral e spray de pimenta completaram o quadro no pátio do estádio.

Em cinco jogos, conseguiu apenas uma vitória, diante do Náutico, soma três empates e uma derrota.
Em cinco jogos em casa, o Inter conseguiu apenas uma vitória, diante do Náutico, soma três empates e uma derrota. (Foto: Fotos: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação)

Dessa vez, nem mesmo a falta de tempo para treinar pode servir de desculpa para o técnico Guto Ferreira. O time passou a semana concentrado no luxuoso eco resort Vila Ventura. E voltou para enfrentar o Boa e ser derrotado. Com a derrota, o Inter permanece no G-4, em quarto, com 17 pontos, mas pode ser ultrapassado no decorrer da rodada. No próximo sábado, tenta a reabilitação diante do Criciúma, novamente em casa.

O Jogo – A equipe mineira começou marcando forte, mas se desprendendo para os contra-ataques em velocidade. Aos poucos, porém, o Inter passou a ditar o ritmo do jogo. D´Alessandro, Mossoró, Charles, Sasha e Brenner se movimentavam bastante em busca dos espaços. Nos primeiros 20 minutos, Carlinhos, em duas vezes, Sasha e Charles tiveram oportunidades de conclusão, mas em todas a bola foi pra fora. Aos 26min, um susto: em um contra-ataque muito rápido, o lateral Juan recebeu pela direita, entrou na área e concluiu para fora, na saída de Danilo Fernandes. Aos 41min, Fellipe Mateus cobrou falta no ângulo, obrigando Danilo Fernandes fazer uma defesa espetacular para escanteio.

No intervalo, o técnico Guto Ferreira fez uma troca: entrou Juan e saiu Mossoró. Aos 6min, Diones recebeu, na entrada da área, pelo meio e chutou no cantinho: 1 a 0 Boa Esporte. Aos 13min, Brenner recebeu na área, girou e o goleiro defendeu. Aos 19min, saiu Brenner para a entrada de Diego. Sasha passou a ser o atacante mais avançado, com Diego atuando pela esquerda. Dois minutos depois, Thaciano entrou na vaga de Ramon. Aos 31min, Roberson substituiu Sasha na última mudança colorada. Aos 37min, Júlio Santos foi expulso, deixando o Inter com um jogador a mais. Nos últimos minutos, o Inter tentou pressionar, mas sem efeito.

Ficha técnica:

Internacional: Danilo Fernandes; Fabinho, Klaus, Danilo Silva e Carlinhos; Rodrigo Dourado, Charles, Mossoró (Juan) e D´Alessandro; Eduardo Sasha (Roberson) e Brenner (Diego).
Técnico: Guto Ferreira.

Boa Esporte (1): Daniel Luiz; Ruan, Douglas Assis, Júlio Santos e Paulinho; Escobar, Diones, Fellipe Mateus e Ramon (Thaciano); Reis (Eduardinho) e Wesley (Caique).
Técnico: Nedo Xavier.

Gol: Diones (B), aos 6min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Danilo Silva, Eduardo Sasha, Carlinhos, Diego, Rodrigo Dourado (I), Júlio Santos, Wesley, Ramon, Reis (B).

Expulsão: Júlio Santos (B).

Público: 26.206 (21.742 pagantes).

Renda: R$ 537.947,00.

Arbitragem: Pablo dos Santos Alves, auxiliado por Marcio Freire Lopes e Tomaz Diniz de Araujo, trio da Paraíba.

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre.

Notícias Relacionadas