Em áudio, Aécio e Joesley falam em derrubar diretor da PF: “Tem que tirar”

 Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou ao empresário Joesley Batista ter pressionado o presidente Michel Temer. (Foto: Montagem/reprodução)
Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou ao empresário Joesley Batista ter pressionado o presidente Michel Temer. (Foto: Montagem/reprodução)

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou ao empresário Joesley Batista ter pressionado o presidente Michel Temer, junto com outros empresários, para que fossem feitas mudanças na Polícia Federal que incluíam a substituição do diretor-geral do órgão, Leandro Daiello.

A conversa foi gravada pelo próprio Joesley no hotel Unique, em São Paulo, em 24 de março, e anexada ao acordo de delação que o grupo ”J & F” fechou com a Procuradoria Geral da República.

Aécio disse a Joesley que o governo deveria aproveitar a crise gerada pela Operação Carne Fraca para a troca.

Joesley ponderou que era uma boa chance para trocar Daiello. ”Não vai ter outra. Porque nós nunca tivemos uma chance onde a PF ficou por baixo, né?”, disse o empresário. Aécio concordou: ”Aí vai ter quem vai falar, ‘é por causa da Lava Jato’. [O governo pode responder] ‘Não, é por causa da Carne Fraca”.

”Tem que tirar esse cara”, disse Joesley. Aécio repetiu: ”Tem que tirar esse cara”.

Fonte: Jornal Folha de São Paulo. Leia Mais…

Notícias Relacionadas